Aeroporto Santos Dumont

O Aeroporto Santos Dumont, homenagem ao brasileiro que inventou o avião, é o sétimo mais movimentado do Brasil e, certamente, o mais bonito e de mais fácil acesso. Está no Centro do Rio de Janeiro, ponto final da Linha 1 (Azul) do VLT Carioca, que o conecta a várias estações de metrô, à Central do Brasil (trens) e à Rodoviária Novo Rio, no Porto Maravilha. O estacionamento tem 1.200 vagas. Você pode checar aqui os horários de chegadas e partidas dos voos (Leia Mais)

O estiloso saguão do terminal de Desembarque (Aziz Filho)
Compartilhe essa notícia em sua rede social:
Novo terminal, Pão de Açúcar ao fundo (Divulgação)

O Aeroporto Santos Dumont, homenagem ao brasileiro que inventou o avião, é o sétimo mais movimentado do Brasil e, certamente, o mais bonito e de mais fácil acesso. Está no Centro do Rio de Janeiro, ponto final da Linha 1 (Azul) do VLT Carioca, que o conecta a várias estações de metrô, à Central do Brasil (trens) e à Rodoviária Novo Rio, no Porto Maravilha. O estacionamento tem 1.200 vagas. Você pode checar aqui os horários de chegadas e partidas dos voos das empresas Latam, Gol, Azul, Avianca e Trip. No Terminal de Desembarque estão instaladas as empresas de táxi aéreo: DS Táxi Aéreo, Líder Aviação, TAM Aviação Executiva, Heli Rio e Colt Aviation.

Órgãos públicos

A Infraero tem balcão de informações nos terminais de embarque e desembarque do Aeroporto Santos Dumont, das 6h às 23h30. O Juizado Cível, no Embarque, vai das 6h às 22h. A Polícia Militar tem uma sala aberta no Desembarque das 6h às 23h30, mesmo horário da Polícia Federal, no Embarque. Funcionam no Desembarque o setor de Achados e Perdidos (6h às 23h30) e o Fraldário (6h às 22h30). No Embarque estão o engraxate (7h às 20h), os Correios (2ª a 6ª feira das 9h às 17h), o Guarda Volumes Malex (6h às 22h) e o Posto Médico (6h à meia-noite).

Compras de viagem

Shopping Bossa Nova (Foto divulgação)

Quem deixa para comprar o presente na última hora antes da viagem ou no desembarque tem duas boas boas opções. A primeira são as lojas no 1º Piso do terminal de embarque: Agatha Mix, Air Farma (Farmácia), Aqualung, Arunã, Boticário, Dufry, Hering, H.Stern, Laselva Mix, Livraria Laselva, Richards, Sobral, Tabacaria Santos Dumont.

Mais completo ainda é o Bossa Nova Mall, novinho em folha (novembro de 2015), onde fica um terminal da Uber. São 47 lojas, incluindo a âncora Forever 21 e grifes como Dudalina, Farm, Le Lis Blanc, Oakley, Osklen, Polo Wear, Reserva e Ricardo Almeida. O estacionamento tem 250 vagas e manobrista, e o hotel, 300 quartos. São cinco pavimentos de Business Center, com mais de 4 mil metros quadrados. No terraço do shopping fica o Xian, um lounge com alta coquetelaria, restaurante asiático com living e night club, área externa para shows e uma vista incrível. Vale muito.

História

O Aeroporto Santos Dumont foi construído na década de 30 sobre um aterro à beira da Baía de Guanabara como o primeiro exclusivamente civil no país.  É conhecido por seus pilotis e pelo grande hall envidraçado com ampla vista para a baía, incluindo pontos turísticos como a Ponte Rio-Niterói, a Ilha Fiscal, a cidade de Niterói, a Escola Naval e o Pão de Açúcar.

A maior demanda no Aeroporto Santos Dumont é pela ponte aérea para São Paulo (Congonhas). São cerca de 4 milhões de passageiros por ano, quase metade da capacidade de 10 milhões adquirida pelo aeroporto após a grande reforma iniciada em 2004.

A principal obra foi a construção de um segundo terminal, super moderno, para embarque. O conector de acesso às pontes de embarque, todo de vidro para realçar a paisagem que emoldura o Aeroporto Santos Dumont, tem 8.177 metros quadrados. A quantidade de lojas saltou de 50 para 153; os balcões de check-in, de 33 para 50 posições.

Incêndio
A beleza do Aeroporto Santos Dumont reformado e integrado à paisagem exuberante é um alívio para a cidade, que em 13 de fevereiro de 1998 sofreu diante de um incêndio devastador no terminal de passageiros, iniciado de madrugada. O fogo durou oito horas e atingiu lojas, restaurantes, locadoras de veículos e até a torre de controle. Dezoito pessoas tiveram ferimentos leves. O prédio, tombado, teve 20% da estrutura demolidos e o restante, reformado, com seis meses de interdição.

Decolar de sua pista, cuja extensão é limitada pela Baía de Guanabara, é uma emoção dupla, pela beleza da paisagem carioca e pela emoção diante dos 396 metros do Pão de Açúcar, próximos demais para quem tem medo de avião. Não há registro de nenhuma colisão com a pedra monumental. Os registros, especialmente entre os anos de 1940 e 1960, são de quedas nas águas da baía. O último foi em 1997 com o bimotor Cessna Citation 1 em que estavam a dançarina Valeria Valenssa e o marido, Hans Donner. Não houve vítimas.

 

 

 

Compartilhe essa notícia em sua rede social: