VLT Carioca, o veículo leve e charmoso | Diário do Porto

Sem categoria

VLT Carioca, o veículo leve e charmoso

O sistema se conecta a terminais de ônibus, metrô, trens (SuperVia) e barcas, além do Porto do Rio, Aeroporto Santos Dumont e Rodoviária Novo Rio. E passa colado às principais atrações turísticas e de lazer do Centro e do Porto Maravilha: o centro histórico, museus, teatros, bares, restaurantes, hotéis, prédios comerciais e casas de shows nos bairros da Gamboa, Santo Cristo, Saúde e Centro.

O VLT na praça Mauá, coração do Porto (Foto DiPo)

Compartilhe essa notícia:


O VLT na praça Mauá, coração do Porto (Aziz Filho)
Nada será como antes no Centro do Rio. Símbolo maior da mudança na mobilidade do Rio de Janeiro em função dos Jogos Olímpicos, o charmoso VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos) está em operação desde junho de 2016. Faz a conexão com todos os meios de transporte público que levam ao Centro do Rio e agiliza o deslocamento de quem trabalha, visita ou mora na área central da cidade.
O sistema se conecta a terminais de ônibus, metrô, trens (SuperVia) e barcas, além do Porto do Rio, Aeroporto Santos Dumont e Rodoviária Novo Rio. E passa colado às principais atrações turísticas e de lazer do Centro e do Porto Maravilha: o centro histórico, museus, teatros, bares, restaurantes, hotéis, prédios comerciais e casas de shows nos bairros da Gamboa, Santo Cristo, Saúde e Centro. O entorno do traçado do VLT compreende também o berço de uma das mais expressivas manifestações culturais do Rio: o samba.
Trenzinhos da linha Aeroporto-Praia na Parada dos Museus (VLT/divulgação)
Atualmente, há duas linhas, 23 paradas e três estações em operação, com uma frota de 32 composições. Sem catracas, o VLT Carioca inaugurou uma relação de confiança com o usuário ao incentivar o pagamento de forma espontânea no interior dos veículos. Sem fiação aérea, o sistema reafirma o compromisso do Rio com a preservação do cenário urbano e a inovação tecnológica. O VLT Carioca interliga a região portuária ao centro financeiro da cidade de uma forma mais rápida, segura e sustentável.

O modelo de pagamento inédito no VLT Carioca é inédito. Aposta na prestação de um bom serviço aliado à fiscalização baseada na orientação. O sistema tem se provado um sucesso entre cariocas e visitantes, deixando os pessimistas falando sozinhos. A passagem custa R$ 3,80 e não há catracas ou cobradores. Cada usuário deve embarcar com seu cartão e validá-lo eletronicamente no interior do bondinho.

VLT na Parada dos Navios (VLT/Divulgação)
Acessibilidade
As estações e paradas do Veículo Leve sobre Trilhos ficam a cerca de 20 centímetros de altura, niveladas com as composições, e são dotadas de rampas suaves e antiderrapantes que facilitam o acesso de pessoas com deficiência. Cada plataforma dispõe de acessos nas extremidades e é dotada em toda sua extensão de linha de piso podotátil, faixas em alto relevo que facilitam a locomoção de pessoas com deficiência visual.
Internamente, todas as composições contam com local específico para cadeirantes. Sinalização, validadores e acionamento de portas estão sempre em alcance adequado.
Viés sustentável
Integrado à operação urbana Porto Maravilha, o VLT Carioca é um modelo sustentável de transporte. Movido a eletricidade, ele preserva a identidade do Rio ao oferecer a opção de Alimentação Pelo Solo (APS), com energia captada por meio de um terceiro trilho instalado entre os trilhos de rolamento do veículo, dispensando o uso de fiação aérea (catenárias). Confira o mapa do VLT Carioca:

/