The Week | Diário do Porto

The Week

A The Week, a boate gay mais badalada do Rio, é sucesso absoluto desde 2007. Vinda de São Paulo, a boate fica em um casarão antigo no coração do Porto Maravilha, bem na Rua Sacadura Cabral pertinho do Trapiche Gamboa.

Compartilhe essa notícia:


Moderno, pulsante e elétrico são bons adjetivos para a The Week. Foto: reprodução internet


A The Week, a boate gay mais badalada do Rio, é sucesso absoluto desde 2007. Vinda de São Paulo, a boate fica em um casarão antigo no coração do Porto Maravilha, na Rua Sacadura Cabral, perto do Trapiche Gamboa.

The Week trouxe para São Paulo e Rio o conceito de grandes eventos internacionais e criou um modelo próprio, que surpreende os baladeiros mais descolados de todo lugar do mundo. É um festival de música a cada fim de semana, pela estrutura e tecnologia, quantidade de público, extensão de funcionamento e perfil dos djs. Nomes consolidados da cena eletrônica internacional passam por aqui em noites inesquecíveis.

A The Week Rio tem cinco bares, pista de dança, camarotes, luzes e muitos go go boys na maior parte das noites. Às vezes recebe festas menos focadas nesse público, mas todo mundo é bem recebido todos os dias. A diversidade é dona absoluta do pedaço.

O espaço ao ar livre conta com piscina e um deck de madeira que deixa o ambiente The Week ainda mais completo. As cores e a iluminação chamam atenção e dão ao lugar um toque futurista. O som eletrônico domina as noites da Casa. Os grandes DJs nacionais e internacionais que vêm ao Rio de Janeiro quase sempre passam pela The Week.

Para quem vai de metrô, a estação mais próxima da The Week é a Presidente Vargas (850 metros). Outra opção é o VLT, que funciona até a meia noite e conta com uma estação (Parada dos Navios) a 600 metros.

Se o motorista não bebe e a ideia é ir de carro, o estacionamento mais perto da The Week fica na Rua Camerino, 20 (170 metros). Para quem deseja dormir por perto, a região conta com algumas opções de hoteis e moteis com preços convidativos: O Villa Reggia (50 metros); o Hotel Barão de Tefé (150 metros); o Pompeu Rio Hotel (350 metros); e o Hotel Puma (400 metros).