Centro Cultural Candido Mendes | Diário do Porto

Centro Cultural Candido Mendes

Conheça o centro cultural ligado à Universidade Cândido Mendes, que desde a década de 70 abriga duas galerias de arte, dois teatros e um cinema

Compartilhe essa notícia:


O Centro Cultural Candido Mendes foi criado no final dos anos 1970 por Candido José Mendes e Maria de Lourdes Mendes. Foi o pioneiro do gênero no Rio de Janeiro. Teve impacto em diversas áreas culturais: artes plásticas, teatro, vídeo, cinema, poesia, cursos, palestras e seminários. Esse modelo posteriormente foi seguido tanto na esfera pública quanto na esfera privada.

No palco do Teatro Candido Mendes, o besteirol, gênero tipicamente carioca, deu seus primeiros passos e se consagrou. Na última década, o espaço se revitalizou e foi o berço de verdadeiros fenômenos teatrais. Como, por exemplo, Cócegas; Os Homens São de Marte… e É pra lá que eu Vou!; Minha Mãe É uma Peça; Surto; A História de nós Dois.

O cinema é tradicional no bairro de Ipanema. Por isso, tem uma programação cult, voltada para atender a um público qualificado, carente de opções fora do circuito comercial.

As galerias de arte possuem um variado acervo construído ao longo de 35 anos. Ele já soma mais de 750 obras de representantes da arte brasileira contemporânea. Nelas, aconteceram mostras que estão na história da arte do Brasil, como, por exemplo, o “Sermão da Montanha”, de Cildo Meireles, “O Pão Nosso de Cada Dia”, de Anna Bella Geiger, e “Pálpebras”, de Tunga.

A produtora de vídeo, responsável pelo registro de várias das atividades desenvolvidas pelo CCCM, hoje realiza também gravações de eventos de todos os setores da universidade quando solicitada.

O setor de cursos oferece uma gama de variedades de cursos de extensão que abrange várias áreas.

Hoje, o novo diretor Paulo Sérgio Duarte busca valorizar as conquistas feitas pelo CCCM em quatro décadas de existência e vencer os novos desafios trazidos por uma época de grandes e rápidas transformações.