VLT volta a parar por conta de tiroteio na Providência | Diário do Porto


Segurança

VLT volta a parar por conta de tiroteio na Providência

O Veículo Leve sobre Trilhos voltou a interromper seu funcionamento por questão de segurança pública. Na manhã desta segunda (3), a paralisação ocorreu na Linha 2 (Praia Formosa-Praça XV), que circula entre Central e Praça XV por conta de operação policial no Morro da Providência

3 de setembro de 2018

(Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) voltou a interromper seu funcionamento por questão de sgurança pública. Na manhã desta segunda-feira (3), a paralisação ocorreu na Linha 2 (Praia Formosa-Praça XV), que circula entre Central e Praça XV por conta de operação policial no Morro da Providência. “A circulação na linha 2 já está em processo de normalização”, informou a empresa pouco antes das 7h da manhã.

Na manhã de dia 3 de agosto, uma operação realizada pela Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) no Morro da Providência também interrompeu a circulação de um trecho da linha 1 do VLT. Na ocasião, um homem apontado com um dos assassinos de policial em ataque na região foi preso.

Na manhã de 23 de julho, também uma sexta-feira, houve interrupção na Linha 1, a terceira em menos de um mês. Até então, a média mensal era de uma interrupção, de acordo com a VLT Carioca.

O DIÁRIO DO PORTO voltou a questionar a concessionária que administra o modal sobre os prejuízos com estas paradas. Segundo a empresa, “a média de paralisações se mantém similar ao ano passado, aproximadamente uma por mês” e que no momento não tem “nenhum dado específico de impacto sobre a operação”.

VLT para pela terceira vez em menos de um mês por causa de tiroteio

 

 

 


/