Virada Sustentável tem mais de 400 atrações gratuitas! | Diário do Porto

Sustentabilidade

Virada Sustentável tem mais de 400 atrações gratuitas!

Virada Sustentável Rio 2019 leva muita cultura, arte e sustentabilidade a mais de 30 bairros e cidades da cidade, com mais de 400 atrações gratuitas

15 de outubro de 2019


Virada Sustentável Rio leva muita cultura, arte e sustentabilidade a mais de 30 bairros (Foto: divulgação)


Compartilhe essa notícia:


A 3ª Virada Sustentável Rio 2019, maior evento de cultura e educação para a sustentabilidade do Brasil, acontece de quinta 17 a domingo 20. Meditação transcendental no Pão de Açúcar, um palco liderado por mulheres no Circo Voador e exposição no Museu do amanhã são algumas atrações. Mais de 400 atividades gratuitas acontecerão em 30 bairros da cidade.

O festival tem como propósito aumentar o engajamento da sociedade em relação à sustentabilidade, unindo causas e organizações transformadoras. O eixo da programação é constituído pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. São atividades culturais, exposições de artes visuais, oficinas, performances, e rodas de conversa com temática ambiental, social e econômica.

Uma das características da Virada é a realização de atividades em todas as áreas da cidade. Isso, graças à articulação e parceria entre diversas organizações e coletivos sociais. Neste ano, bairros como Sepetiba e Campo Grande, na Zona Oeste, Ramos e Madureira, na Zona Norte, são alcançados pela programação. Além das cidades de Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Duque de Caxias e São João do Meriti.

Meditação Transcendental será ensinada no Parque Laje (Foto: divulgação)

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

Museu do Amanhã

A exposição temporária do Museu do Amanhã, “Pratodomundo – Comida para 10 bilhões”, levanta um questionamento essencial para o futuro da humanidade: como alimentar, na década de 2050, uma população de 10 bilhões de pessoas.

O museu exibirá dois curta-metragens “Somos Água ” e “Flux , que conduzirão os espectadores em uma viagem por entre as águas do Cerrado e da Amazônia.

Palco Delas | Circo Voador

Uma noite comandada por mulheres no Circo Voador. A cirandeira mais famosa do mundo, Lia de Itamaracá, fará um encontro memorável com o Jongo da Serrinha. No palco, também se apresenta a banda As Bahias e a Cozinha Mineira. O grupo lúdico e poético Slam das Minas RJ coloca a poesia em cena. A Feira Crespa marca presença com venda de artigos produzidos por empreendedoras e militantes da beleza negra. A programação acontece no dia 17 de outubro, a partir das 19h.

Fórum Virada Sustentável | Casa Firjan

Nos dias 18 e 19 de outubro, serão 16 painéis, todos com relação direta aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – agenda global da ONU crucial para o planeta e humanidade – composta por 169 metas a serem alcançadas até 2030. Lideranças indígenas, jovens ativistas e formadores de opinião debaterão questões atuais e urgentes, como conservação da Amazônia, mudanças climáticas, preservação dos oceanos e recursos hídricos.


VEJA TAMBÉM:

Royalties: STF pode tirar R$ 56 bilhões do Rio em 4 anos

Av. Marechal Floriano vai brilhar com Linha 3 do VLT

Seminário no Porto trata da falta de moradia


Parque Lage e Sesc Tijuca

Arte, cultura, educação, promoção de saúde e bem-estar, ação e conhecimento são as bases das atividades que acontecem nos dias 18, 19 e 20 nestes dois endereços. No Parque Lage serão 10 espaços com atividades. Já o Sesc Tijuca reservou 11 locais, entre salas fechadas e espaços ao ar livre.

Entre as atividades estão diferentes formatos de prática de Yoga, meditação, leitura de aura, e danças. Há opções para quem tem interesse em focar na respiração (pranayama), posturas (ásanas) e meditação guiada como uma maneira de elevar o nível de consciência.

Teatro

A peça “Os Desertos de Laíde” será exibida no Sesc Tijuca e traz o tema da resiliência e ancestralidade negras. “Nós, Sementes”, que será encenada no Favela Hub, no Morro do Cantagalo, faz uma colcha de retalhos de histórias vividas pelos jovens da comunidade. Há oficinas de circo e teatro e ainda o sarau “Pretos Novos”, performance cênica musical que retrata o negro ao longo da história na sociedade.

Moda

No assunto moda, a discussão gira em torno do seu uso com consciência, aliando a sustentabilidade e a economia. Um exemplo é a oficina “Ressignificar o Vestir : O Consumismo está Fora de Moda”. Há outras várias atividades sobre o tema, que acontecem em sua maioria no IED, na Urca.

Infantil

Os pequenos não poderiam ficar de fora . A atividade “Trilha + PICNIC SENSORIAL Infantil”, na Floresta da Tijuca, é dedicada para crianças a partir de cinco anos, com brincadeiras sensoriais. Há também atividades lúdicas e educativas, interação com seres vivos experimentos científicos, oficinas interdisciplinares, entre outros.

Empreendedorismo

Visando a difusão de um propósito, o empreendedorismo também tem grande espaço no festival. A roda de conversa “Desafios do Empreendedorismo Sustentável”, vai provar que é possível desenvolver uma cadeia produtiva sustentável, mostrando possibilidades reais. Na atividade “BOROGODÓ”, acontece a roda de conversa de Empreendedorismo Social, que vai tratar das possibilidades de empreender considerando os aspectos sociais e ambientais envolvidos.

Maternidade

No assunto da maternidade, a oficina “#MaternaRio” vai abordar a inserção das mães no mercado de trabalho e o empreendedorismo. Para aqueles que querem uma instrução mais prática para entender a ecologia aplicada no mundo infantil e materno, a roda de conversa “Benefícios das Fraldas Ecológicas” é uma boa pedida. Já a roda de conversa “Empreendedorismo Materno no Rio” desmistifica uma série de questões sobre o assunto e garante dicas e instruções.

Outros temas

Entre os destaques dos eventos, estão o Painel de Ativadores da Sustentabilidade Urbana, na Escola Municipal Soares Pereira, onde serão discutidas as possibilidades de articulação entre moradores, trabalhadores e atores sociais do bairro Tijuca. A discussão “Desenvolvimento Local e o Ciclo do Alimento” traz uma reflexão com agricultores, consumidores e representantes de organizações não governamentais envolvidos com o tema.

A Virada Sustentável, idealizado por André Palhano e Mariana Amaral, envolve articulação e participação do Ministério da Cidadania via Lei de Incentivo à Cultura, com realização da Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal em parceria com PNUD. Tem patrocínio de Novelis e CMPC, co-patrocínio da Liberty Seguros, e apoio da empresa Ball.

A programação já está disponível no site, e é possível filtrar as opções por dia, local ou tipo de atividade.