Turismo de Campos, Quissamã, Rio Bonito e Três Rios ganhará verbas | Diário do Porto

Turismo

Turismo de Campos, Quissamã, Rio Bonito e Três Rios ganhará verbas

Mudança no Orçamento da União pode remanejar verbas para projetos turísticos do Estado do Rio. Campos quer feira PET, visitação em fazendas e eventos científicos

28 de março de 2021
Parque Nacional de Jurubatiba, uma joia turística do RJ (Quissamã)


Compartilhe essa notícia:


Um acréscimo de R$ 272 milhões para investimentos em “infraestrutura turística” no orçamento do Ministério do Turismo pode levar a aprovação de projetos para algumas cidades do Estado do Rio de Janeiro, como Campos dos Goytacazes, Quissamã, Rio Bonito e Três Rios. A mudança começou a ser feita na Comissão Mista de Orçamento e precisa ser apreciada pelo Congresso.

Os prefeitos estão otimistas porque parte do acréscimo foi decidido em reunião desses cinco municípios com o ministro Gilson Neto e a deputada federal Clarissa Garotinho (Pros). Neto disse que o Ministério do Turismo vai analisar os projetos, e Clarissa prometeu apresentar um destaque de recomposição de valores dentro da ação ‘Infraestrutura Turística’. O destaque, de R$ 5,2 milhões, foi apresentado pelo partido de Clarissa. Outros três parlamentares fizeram acordos parecidos para a mesma ação.

Clarissa Garotinho
Clarissa Garotinho está na articulação pelas verbas

“Coloquei meu gabinete à disposição do ministro Gilson Neto porque ele se mostra um gestor muito sensível ao desenvolvimento das potencialidades turísticas dos municípios. É esse diálogo que precisamos para atender a demandas importantes das cidades fluminenses”, disse a deputada Clarissa Garotinho.

 


Leia também:

Vacina garante retomada do turismo nos EUA

Penedo será Polo Cultural, Histórico, Turístico e Gastronômico

Secretário de Turismo preserva trens do Corcovado: história protegida


 

Na audiência com o ministro Gilson Neto, semana passada, foram citados projetos de campos: fortalecer o turismo relacionado à agricultura e pecuária, realizar uma grande feira PET e eventos científicos. Três Rio enfatizou esportes de aventura, e Rio Bonito manifestou interesse em fortalecer a imagem de ‘capital da bananada’. Quissamã deseja atrair investimentos para seu parque natural.

O texto aprovado na Comissão de Orçamento estabeleceu remanejamento global de R$ 26,5 bilhões para favorecer emendas parlamentares. O orçamento para ‘Infraestrutura turística’ subiu de R$ 181 milhões para mais de R$ 450 milhões, um acréscimo considerável. O Ministério do Desenvolvimento Regional, com R$ 10,2 bilhões, e o Fundo Nacional de Saúde, com R$ 8,3 bilhões, foram os mais favorecidos com os remanejamentos.