Turismo com canoa havaiana é nova tendência no Rio | Diário do Porto

Turismo

Turismo com canoa havaiana é nova tendência no Rio

Passeio com canoa havaiana mostra o Rio de um ângulo diferente. Empresa oferece serviço por até R$150, saindo da Marina da Glória, Recreio, Lagoa de Marapendi e Quebra Mar da Barra

1 de maio de 2021
Passeios proporcionam uma visão única da cidade ao nascer e ao pôr do sol (Fotos: Divulgação/Kanaloa Rio)


Compartilhe essa notícia:


Ainda está escuro, mas um pequeno grupo já se reúne em um ponto da orla do Rio de Janeiro. Com remos nas mãos, eles se preparam para uma aventura: assistir em alto-mar, a bordo de uma canoa havaiana, ao nascer do sol. O pano de fundo pode ser o Pão de Açúcar, a Pedra da Gávea ou o Cristo Redentor, entre tantos outros.

Desde setembro, a empresa Kanaloa Rio passou a oferecer passeios de canoagem para os cariocas conhecerem a cidade sob uma ótica diferente. O passeio marítimo é feito cerca de 30 vezes por semana, sempre ao amanhecer ou ao pôr do sol. Os preços chegam até R$ 150 e os passeios duram entre 2 e 3 horas.

“Todo o mundo já viu a beleza do mar a partir da orla. O que oferecemos na kanaloa Rio é o prazer de descobrir o Rio de um ângulo diferente, olhando do oceano para a terra firme” afirma Raphael Magalhães, um dos sócios.

Canoagem
O passeio acontece sempre ao amanhecer ou ao pôr do sol

Para canoa havaiana, não é preciso ser atleta

Para embarcar nessa experiência, não precisa ser atleta. Nem sequer saber remar. Basta escolher um local de partida e subir a bordo. As canoas saem de quatro pontos na orla: Marina da Glória, Recreio dos Bandeirantes, Lagoa de Marapendi e Barra da Tijuca. Há ainda a opção de navegar pelo mar de Angra dos Reis rumo às praias únicas da Costa Verde. Toda a experiência é registrada em vídeo e em foto e as imagens fazem parte do pacote.

“Queremos justamente proporcionar diferentes experiências aos nossos clientes. Um dia ele pode assistir ao amanhecer olhando para o Pão de Açúcar e, no outro, tem a oportunidade de ver o pôr do sol nas águas da Baía da Ilha Grande” conta Nilson Pellegrini, outro sócio da Kanaloa Rio.

 


LEIA TAMBÉM

Centro Cultural Light comemora 27 anos com exposição do Rio antigo

Rio Convention Bureau lança novo mapa turístico

Dia da Baixada: 1ª estação ferroviária do país inspira cuidados


 

Os destinos podem ser muitos: Forte da Laje, na entrada da Baía de Guanabara com o Pão de Açúcar de um lado e a Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Niterói, do outro; as Ilhas Tijucas; o Parque Chico Mendes e praias mais selvagens da Zona Oeste. Os passeios levam, em média, duas horas e incluem paradas para mergulhos em diferentes pontos.

 

O Rio de Janeiro é o estado com o maior número de praticantes do esporte no Brasil

 

O Rio de Janeiro concentra o maior número de praticantes de canoa havaiana do Brasil. Um esporte democrático e inclusivo, que incentiva o contato com a natureza e acontece sempre nas mais belas paisagens. “O Rio de Janeiro é possivelmente o local com mais adeptos da canoa havaiana de toda a América do Sul”, explica Daniel Camargo, presidente da confederação brasileira.

A Kanaloa Rio é o único clube de canoa havaiana com diversas bases pela orla da cidade. A empresa está reforçando os cuidados com as medidas sanitárias. Apesar de a atividade ser realizada ao ar livre, o que reduz as chances de contaminação, todo o material, como coletes salva-vidas e remos, é higienizado, e o uso de máscara pelos participantes é exigido.