Tudo sobre os 4 dias da CasaBloco no Clube Monte Líbano | Diário do Porto


Programação

Tudo sobre os 4 dias da CasaBloco no Clube Monte Líbano

Depois de 2 anos, CasaBloco se renova na diversidade de ritmos. Veja as atrações dos 4 dias de carnaval e programe sua mudança para o Clube Monte Líbano

19 de abril de 2022

O Cacique de Ramos convida Leci Brandão para a CasaBloco 2022 (Carlos Torres)

Compartilhe essa notícia:


Nesta quinta 21, começa a segunda etapa da CasaBloco 2022, no clube Monte Líbano, na Lagoa. Durante quatro dias do carnaval fora de época, até domingo, 22 atrações vão se apresentar. Baby do Brasil, Elba Ramalho, Mariana Aydar, Sidney Magal, Dona Onete, Fogo & Paixão, Bangalafumenga, Johnny Hooker, Almério & Martins, Diogo Nogueira e Cacique de Ramos estão entre as atrações.

É preciso mostrar o comprovante de vacinação para entrar, e quem levar um quilo de alimento não perecível terá direito à meia-entrada solidária, comprada antecipadamente pelo site https://www.ingresse.com/. Os alimentos serão doados para o MUCA RJ, Movimento Unido dos Camelôs, trabalhadores ligados diretamente à cadeia produtiva do carnaval.

A edição 2022 da CasaBloco tem patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, via Secretaria Municipal de Cultura; patrocínio da Ambev, através da marca Brahma, e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura; além do apoio institucional da Casa França-Brasil e do Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro.

“Temos certeza de que será uma explosão de alegria, numa festa possível e que coloca o Rio como protagonista de todos os carnavais do Brasil”, diz Rita Fernandes, idealizadora e diretora da Casa Bloco.

 

Rita Fernandes é a idealizadora da Casa Bloco

Encontros inéditos na Casa Bloco

Ritmos nordestinos vão marcar o feriado de Tiradentes, 21, com o encontro inédito dos multi talentosos Almerio & Martins, a sonoridade de Elba Ramalho e, em seguida, a paulista que mais entende de forró, Mariana Aydar, dona do bloco Forrozim. O Bloco da Terreirada, o músico Gabriel Gabriel e a dupla de DJs Tropicals completam a noite.

Na sexta-feira, 22, é dia de música brega e música regional, para dançar e se divertir ao som de Dona Onete, que pela primeira vez se apresenta com o bloco Bangalafumenga, o inconfundível Sidney Magal, e os blocos Fogo & Paixão e Charanga Talismã e a DJ Tata Ogan.

Sábado, 23, Dia de São Jorge, é noite de carnaval pop na Casa Bloco, com Baby do Brasil, Johnny Hooker, os blocos cariocas 442 e Agytoê; Cortejo Afro direto de Salvador e as DJs pernambucanas Allana Marques e Lala K, que assinam a festa Odara Ôdesce.

O último dia da Casa Bloco, domingo, 24, retorna ao samba, para a despedida com Diogo Nogueira, Velha-Guarda da Portela, Cacique de Ramos convida Leci Brandão e o mineiro Samba Queixinho, um dos maiores blocos de Belo Horizonte. A DJ Cris Panttoja fecha a programação.

Diogo Nogueira
Diogo Nogueira estará no último dia da Casa Bloco (foto Guto Costa)

Casa dos blocos

Charanga Talismã / Rio de Janeiro

A Charanga Talismã é um bloco carnavalesco que transborda pela cidade do Rio de Janeiro com um repertório repleto de brasilidade. A fanfarra propõe um debate poético sobre a ocupação do espaço público através de um cortejo político performático. O vermelho e dourado do grupo itinerante já coloriu shows, cortejos e clipes, e já passou pelas ruas de Realengo, voou até São Paulo e, recentemente, se apresentou no Circo Voador.

Bloco 442 / Rio de Janeiro

O Bloco 442 traz em seu show os hits que todo mundo ama e sabe cantar do início ao fim com um repertório que atravessa gerações e resgata memórias afetivas do público de todas as idades. O objetivo é ninguém ficar parado: enquanto os metais tocam Shakira, Madonna, Rihanna, Beyoncé, Spice Girls e Britney Spears, a batucada suínga no Pagode, Baião, Ijexá e Axé, criando uma sonoridade única e inovadora.

Bloco da Terreirada / Rio de Janeiro

É um bloco carnavalesco inspirado na cultura popular da região do Cariri-CE, que reflete toda a beleza e diversidade da cultura brasileira e de sua região. Sua musicalidade passa pelo forró de raiz, cocos, peças de reisado, música cabaçal e cantoria criando um grande intercâmbio entre os folguedos populares do nordeste e a folia da terra de São Sebastião. A Terreirada desenvolve um importante papel ao celebrar a cultura popular nordestina, suas raízes e tradições, e conversar com a arte contemporânea de origem popular regional.

Bangalafumenga / Rio de Janeiro

O Bangalafumenga foi criado, em 1998, pelo poeta Chacal e pelos músicos Rodrigo Maranhão e Celso Alvim, no Planetário da Gávea, no Rio de Janeiro, como um grande encontro de artistas que se dedicavam à poesia, ao samba e aos improvisos. No mesmo ano, os integrantes organizaram um bloco que desfilou inicialmente pelo Leblon e posteriormente no Jardim Botânico, reunindo uma multidão de cariocas e turistas.

Bangalafumenga
Bangalafumenga é agito garantido na Casa Bloco (Foto Lucas Xerel)

Cortejo Afro / Salvador

Criado em 2 de julho de 1998, o bloco é um representante de destaque da rica tradição cultural da Bahia, com forte influência da cultura negra. O Cortejo Afro nasceu em um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oyá e é conhecido pelas roupas exuberantes e pela coreografia rica em movimentos ligados à cultura afro, idealizado por seu fundador, o artista plástico e designer Alberto Pitta, considerado um dos mais criativos a Bahia.

Agytoê / Salvador

Formado a partir da união entre a inquietude e o desejo de brincar o carnaval de rua, o grupo encontrou no samba-reggae um ritmo de vida pulsante, cheio de malemolência e cor. O propósito é pesquisar, divulgar, reviver e recriar a cultura e a luta dos carnavais de blocos afro baianos, desde sua gênese no samba-reggae dos anos 1970 e 80, até a sua transformação e explosão nos anos 90 com o axé.

Cacique de Ramos / Rio de Janeiro

O bloco surgiu do encontro de grupamentos carnavalescos de jovens do bairro de Ramos, zona norte carioca, em 1961. A agremiação se firmou como um bloco de embalo, tornando-se um fenômeno, nos anos 60 e 70, ao atrair foliões de várias regiões do Rio de Janeiro. O bloco se tornou referência no carnaval de rua, com seus desfiles vibrantes e as fantasias únicas. O Cacique de Ramos foi o impulsionador de um movimento que ajudou a lançar grandes nomes do samba carioca, a notabilizar uma nova instrumentação – o tantã, o repique de mão e o banjo – e a consolidar o pagode promovido pelo bloco como um intenso polo de sociabilidades.

Samba Queixinho / Belo Horizonte

O Queixinho existe desde 2009 e foi fundado para diversão, mas já com o compromisso em ensinar as pessoas a tocarem instrumentos. Nos últimos 12 anos, passaram pelas oficinas do Queixinho mais de 1200 pessoas. O grupo ensaia e promove oficinas, durante todo o ano, em praças e parques da cidade.

O Projeto Casa Bloco

A Casa Bloco foi pensada como um lugar para reunir a multiplicidade de manifestações e a diversidade de grupos e ritmos que fazem parte do carnaval brasileiro.

Ao lado dos blocos, convidados e anfitriões, artistas da cena nacional se apresentarão em diálogo com essas manifestações, em uma programação inédita. Em seis dias, a Casa Bloco apresentará shows, oficinas gratuitas (percussão, adereços, estandartes, maquiagem etc), encontros de blocos de diferentes regiões da cidade e do país, shows de artistas e blocos, exposições de produtos artesanais de carnaval, performances de artistas, feira de moda e de empreendedorismo com artesãos cariocas e feira gastronômica com a temática da comida de boteco e de rua.

A cenografia foi criada especialmente para proporcionar um clima festivo e destacar o carnaval de rua. Todas as atividades promovidas vão valorizar o carnaval, mostrando a potência do universo artístico e cultural do tema. Além da diversidade de linguagens, a CasaBloco vai destacar a cadeia produtiva do carnaval, da concepção à realização, e empregará mais de 1 mil pessoas no período que contempla a pré-produção, realização e pós-produção.

“O Rio de Janeiro, berço do carnaval de rua, desde os tempos da Colônia, foi o primeiro a ganhar dimensão nacional, se tornando referência para grandes capitais como São Paulo, Salvador e Recife, reafirmando um protagonismo irrefutável e seguindo como um exemplo de carnaval democrático e diverso do seu carnaval. A CasaBloco surgiu, em 2018, para reafirmar a importância da diversidade e da democratização do acesso a diferentes linguagens, multiplicando o conceito de que carnaval é de todos e para todos”, conclui Rita Fernandes.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA CASABLOCO

21 de abril de 2022

Oficinas

Local: CCBB – Foyer do Cinema (Av. Primeiro de Março, 66)

9h30 às 11h30 – Adereços com Amanda Britto

12h às 14h – Estandartes com Junior Alves

14h30 às 16h30 – Brincos Carnavalescos com Clebson Prates

Local: Clube Monte Líbano – Avenida Borges de Medeiros, 701 – Lagoa

12h30 às 13h30 – Oficina de Perna de Pau com Bloco da Terreirada

 

Noite da Inconfidência (quinta-feira – 20h às 4h)

Shows

DJ: TropiCals

Bailão do GG

Bloco da Terreirada

Almério & Martins

Elba Ramalho

Mariana Aydar


22 de abril de 2022 

Oficinas

Local: CCBB – Foyer do Cinema (Av. Primeiro de Março, 66)

9h30 às 11h30 – Make para Carnaval com Amanda Britto

12h às 14h – Customização de Camisetas com Carmem Shirley

 

Local: Clube Monte Líbano – Avenida Borges de Medeiros, 701 – Lagoa

12h30 às 13h30 – Samba no pé com os Irmãos Bandeira 

 

Sexta Brega (sexta-feira – 20h às 4h)

Shows

DJ: Tata Ogan

Charanga Talismã

Dona Onete feat. Bangalafumenga

Sidney Magal 

Fogo & Paixão


23 de abril de 2022 

Oficinas

Local: Clube Monte Líbano – Avenida Borges de Medeiros, 701 – Lagoa

14h às 15h – Percussão com Cortejo Afro 

 

Salve Jorge (sábado – 20h às 4h)

Shows

DJ: Festa Odara Ôdesce – DJs Lala K & Allana Marques

Agytoê

Baby do Brasil

Cortejo Afro

Johnny Hooker

Bloco 442 

 


24 de abril de 2022  – Domingo de Carnaval (19h às 1h)

DJ: Cris Panttoja

Samba Queixinho

Velha Guarda da Portela

Diogo Nogueira

Cacique de Ramos convida Leci Brandão


Serviço

Datas: 21, 22, 23 e 24 de abril

Local: Clube Monte Líbano – Avenida Borges de Medeiros, 701 – Lagoa

Shows e Feira: quinta, sexta e sábados das 18h às 4h e domingos das 16h às 00h

Oficinas: quinta (21), das 9h30 às 16h30, sexta (22), das 9h30 às 14h, e no sábado (23), das 14h às 15h

Ingressos: http://casabloco.com/ingressos/ 

Inscrições: https://casabloco.com/oficinas/ 

Valores: 1° lote (Inteira – R$ 100 e meia R$ 50) e 2º lote (Inteira – R$ 120 e meia – R$ 60)


/