Geral

Travellers’ Choice 2018: o Rio entre as 25 mais do mundo

Por essa os haters não esperavam. Nem os argentinos. Com intervenção federal e tudo, o Rio de Janeiro entrou na lista dos 25 melhores destinos do mundo elaborada pelo TripAdvisor: o ranking Travellers’ Choice 2018. Buenos Aires não entrou na lista. São Paulo também não.

24 de março de 2018
Museu do Amanhã impressiona com sua arquitetura moderna e programação variada (Foto: Alexandre Macieira/Riotur)

Compartilhe essa notícia em sua rede social:
O mural Etnias, de Eduardo Kobra, no Porto Maravilha, é o maior grafite do mundo.

Por essa os haters não esperavam. Nem os argentinos. Com intervenção federal e tudo, o Rio de Janeiro entrou na lista dos 25 melhores destinos do mundo elaborada pelo TripAdvisor. Buenos Aires não entrou na lista. São Paulo também não. O site reúne o maior número de avaliações de destinos turísticos do mundo. Para elaborar o ranking Travellers’ Choice 2018, o site usou algoritmo baseado em quantidade e qualidade de comentários e avaliações de leitores sobre hotéis, restaurantes e atrações. O presidente da Riotur, Marcelo Alves, considerou maravilhoso o resultado, atribuindo-o ao sucesso da estratégia de diversificar as atrações na cidade. O Porto Maravilha tem muito a ver com isso.

“É um mérito do novo Rio que estamos apresentando ao mundo, com promoções em conjunto com entidades como ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) e Rio Convention Bureau. É o Rio com novas instalações culturais e de lazer importantes, como o Pier, os museus, o AquaRio e a hotelaria”, ressaltou Alves. Com a modernização da rede hoteleira e as âncoras culturais, além de ter feito um “carnaval excepcional”, segundo o presidente da Riotur, a cidade passou da fase de atrair turistas apenas pelas praias e ícones da natureza.

“Com experiências cada vez mais múltiplas para o turista, o Rio virou uma cidade eclética, completa, com gastronomia, arte, cultura e esporte. E ainda vamos melhorar muito com a decisão acertada de facilitar o visto para os americanos”, disse Alves ao DIÁRIO DO PORTO.

No texto que apresenta o Rio entre os 25 destinos, o TripAdvisor elogia as belezas naturais e a cultura carioca: “Com suas inúmeras praias, montanhas dramáticas e pano de fundo de ritmos de bossa nova e samba, é fácil se apaixonar pelo Rio de Janeiro. Tornada famosa em música, a praia de Ipanema ainda é um lugar para passear, tomar sol e ser vista. A maior estátua de Art Deco do mundo, o Cristo Redentor, acena aos visitantes na montanha do Corcovado”, diz o site. “As celebrações anuais do carnaval do Rio são extravagâncias bacanas de festa, música, dança e fantasias customizadas.”

No primeiro lugar da lista internacional aparece Paris, seguida por Londres, Roma, Bali (Indonésia) e Creta (Grécia). Nova York, única cidade americana na lista, ficou em 10º. Melhor destino no Brasil, o Rio de Janeiro só foi superado por uma cidade na América do Sul. Cusco, no Peru, sede do Império Inca e ponto de apoio para as visitas a Machu Picchu, venceu por pouco, ficando em 23º lugar. A australiana Sydney ficou em 25º. Confira a lista completa:

  1. Paris (França)
  2. Londres (Reino Unido)
  3. Roma (Itália)
  4. Bali (Indonésia)
  5. Creta (Grécia)
  6. Barcelona (Espanha)
  7. Praga (República Tcheca)
  8. Marrakesh (Marrocos)
  9. Istambul (Turquia)
  10. Nova York (EUA)
  11. Phuket (Tailândia)
  12. Hanoi (Vietnã)
  13. Siem Reap (Camboja)
  14. Jamaica
  15. Playa del Carmen (México)
  16. Lisboa (Portugal)
  17. Dubai (Emirados Árabes)
  18. Tóquio (Japão)
  19. Katmandu (Nepal)
  20. Hong Kong (China)
  21. Hurghada (Egito)
  22. Nova Déli (Índia)
  23. Cusco (Peru)
  24. Rio de Janeiro (Brasil)
  25. Sidney (Austrália)

No Brasil, o Rio é campeão, seguido por

  1. Gramado (RS)
  2. Porto Seguro (BA)
  3. Jericoacoara (CE)
  4. Ipojuca (PE)
  5. São Paulo (SP)
  6. Campos do Jordão (SP)
  7. Foz do Iguaçu (PR)
  8. Florianópolis (SC)
  9. Curitiba (PR)

Carnaval faz turista querer voltar

A ideia de que o Rio de Janeiro é visto como uma das cidades mais perigosas do mundo, um lugar para o turista evitar ou nunca mais voltar, cai por terra não só diante do ranking Travellers’ Choice 2018. Em pesquisa recente da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em parceria com a Riotur, a maioria dos entrevistados (estrangeiros ou brasileiros) no Sambódromo nos dias 10, 11 e 12 de fevereiro disse que quer voltar.

A turma também recomenda a maior festa carioca – e mundial – para os amigos. Os pesquisadores ouviram 263 visitantes, em um total de 536 pessoas. Os demais são moradores da Região Metropolitana.

Não há dúvida que a falta de segurança é o ponto mais sensível da cidade, e certamente o maior obstáculo ao crescimento do turismo. Mas não foi essa a sensação da grande maioria dos pesquisados pela ESPM e pela Riotur, principalmente entre os turistas estrangeiros. Destes, apenas 6% consideraram a Segurança Pública ruim, e outros 6%, péssima. A segurança do Rio foi considerada boa por 42%, regular por 29% e ótima por 17%. “Muitas cidades no mundo convivem com problemas sérios. Nas cidades europeias, por exemplo, a ameaça do terrorismo também leva tropas às ruas”, compara o presidente da Riotur.

Os turistas nacionais foram um pouco mais críticos do que os estrangeiros na pesquisa da ESPM. Mesmo assim, 34%, o maior grupo, consideraram a segurança do Rio boa no Carnaval, e 12% acharam ótima. Somando, deu 46% de bom e ótimo. Dezenove por cento classificaram como regular, o mesmo percentual dos que disseram que é ruim. O “péssimo” foi a classificação de 16%.

Os paulistas foram o maior grupo de turistas nacionais: 39%, seguidos pelos mineiros (12%) e pelos capixabas (10%). Entre os estrangeiros, 27% vieram dos Estados Unidos, 24% de Portugal e 12% da Argentina. Tanto os estrangeiros quanto os nacionais ficaram, em média, oito dias na cidade. Hotéis foram a opção de hospedagem para 55% dos estrangeiros e 40% dos brasileiros.

A pesquisa aponta para o grande potencial da noite carioca, uma das atrações que se consolidam, dia a dia, no Porto Maravilha. Para os turistas estrangeiros, a diversão noturna foi o quesito mais bem avaliado do Rio: 56% deles consideraram que as opções são ótimas, 36% acharam boas e 7% acharam regulares. Os nacionais também apontaram a diversão noturna como o item mais bem avaliado da cidade. Cinquenta e quatro por cento consideraram ótimas as opções, 34% boas e 11% regulares.

Compartilhe essa notícia em sua rede social: