Tia Surica e bateria da Portela lembram sambas antológicos

Cantora portelense Cristina Buarque, irmã de Chico Buarque, é a convidada especial do show ‘Nos Terreiros, nas Rodas e na Avenida’, no Teatro Rival

Tia-Surica-flavio loureiro
Baluarte da Portela, Tia Surica canta sambas antológicos (Foto: Flávio Loureiro/Divulgação)

Com seus 77 anos e 38 de carreira, Iranette Ferreira Barcellos, mais conhecida como ‘Tia Surica’, volta ao palco do Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, com o show inédito ‘Nos Terreiros, nas Rodas e na Avenida’, nesta quinta-feira (11), às 19h30, em única apresentação.

cantora portelense Cristina Buarque, irmã de Chico Buarque e grande conhecedora do acervo dos baluartes da escola, é a convidada especial da noite, que traz ainda a Bateria da Azul e Branca de Madureira e Osvaldo Cruz, comandada pelo diretor Nilo Sérgio, que prometeu não deixar ninguém parado.

Uma das sambistas mais festejadas do Brasil e importante integrante da Velha-Guarda da Portela, Tia Surica é conhecida também por sua tradicional feijoada. No show do Rival, a baluarte da Portela leva ao público uma emocionante homenagem aos compositores da sua querida escola, cantando sambas antológicos.

‘Nos Terreiros, nas Rodas e na Avenida’ é uma menção ao roteiro do show em que Surica canta um pouco de sambas de terreiro, partido alto e sambas enredos dos compositores da Portela. No palco ela se apresenta acompanhada do seu grupo ‘Amigos da Portela’, músicos que fazem parte da Velha Guarda (Marquinhos do Pandeiro e Serginho Procópio) e integrantes da bateria da ‘Azul e Branca’.

“Quando alguém me ligava, minha mãe respondia “Maria Cristina foi à casa de Sirica e não sei que dia volta”. Ela falava ‘Sirica’ mesmo”, conta Cristina Buarque. “Surica, sorriso lindo, coração em festa, voz cheia de sentimento. Apaguei ali na casa dela, quando foi preciso. Acordava com uma canja de pé e pescoço e, naturalmente, cerveja gelada. Surica, uma mãe”, relembra, com carinho, a cantora baiana.

Serviço:

Teatro Rival Petrobras

Rua Álvaro Alvim  33-37 – Centro – Cinelândia – Rio de Janeiro

Data e horário: 9 de outubro (terça), às 19h30 – abertura da casa às 18h

Ingressos: R$ 60 (Inteira), R$ 40 (promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30 (meia-entrada).

Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j

Bilheteria: terça a sexta, das 13h às 21h | sábados e feriados das 16h às 22h

Censura: 18 anos

Capacidade: 350 pessoas

Metrô/VLT: Estação Cinelândia

  • Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com Cartão Petrobras e Assinantes O Globo

Mais informações: www.rivalpetrobras.com.br e (21) 2240-9796

Todas as Notícias