SuperVia convida turistas para visitar quadras de escolas de samba | Diário do Porto

Mobilidade

SuperVia convida turistas para visitar quadras de escolas de samba

Site da concessionária lista quatro escolas entre os pontos turísticos do Rio que podem ser visitados utilizando-se o transporte ferroviário metropolitano

11 de outubro de 2018




Compartilhe essa notícia:


As quadras das escolas de samba já começaram a ferver, com o processo, sempre disputadíssimo, de escolha dos sambas enredo para o desfile no Sambódromo no Carnaval do ano que vem. Na sua quadra na Zona Portuária, a Unidos da Tijuca promoveu a sua final de samba-enredo, com quatro concorrentes, neste sábado.

Antes da disputa, teve roda de samba com o grupo Samba Cristalino e show dos segmentos da escola, com o intérprete Wantuir. Para o próximo ano, a Unidos da Tijuca prepara o enredo “Cada macaco no seu galho. Ô, meu Pai, me dê o pão que eu não morro de fome”, da comissão de carnaval formada por Laíla, Annik Salmon, Fran Sérgio, Marcus Paulo e Hélcio Paim.

Nem todo carioca e turista sabe que é possível chegar a muitas quadras usando os trens da SuperVia. O site da concessionária inclui quatro quadras de escolas de samba entre os pontos turísticos do Rio de Janeiro aos quais é possível chegar usando os trens. São elas: Estação Primeira de Mangueira, Beija-Flor de Nilópolis, Portela e Mocidade Independente de Padre Miguel.

Ala das Baianas da Mangueira na Apoteose (Foto: Aziz Filho)

Mangueira:

Como ressalta a SuperVia, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira (ou apenas Mangueira), fundado em 1928, é um dos maiores ganhadores do Carnaval Carioca, ficando atrás apenas da Portela. Você pode pegar um trem do ramal Deodoro e desembarcar na estação São Francisco Xavier. A quadra fica a 7 minutos de caminhada. Saiba mais sobre a Mangueira no Guia Maravilha.

Beija-Flor:

É uma das grandes campeãs do Sambódromo, eternizada por desfiles históricos sob o comando de grandes carnavalescos. O mais inesquecível é Joãosinho Trinta. Você pode pegar um trem do ramal Japeri e desembarcar na estação Nilópolis. A quadra da Beija-Flor fica a 11 minutos (à pé) da estação. Saiba mais sobre a Beija-Flor no Guia Maravilha.

Portela:

Fundada em 1926, é uma das fundadoras do Carnaval Carioca e dona do maior número de títulos. Seus desfiles costumam ser sempre emocionantes, arrastando uma das maiores torcidas do Sambódromo. A Velha Guarda é a mais festejada. Você pode pegar um trem do ramal Deodoro e desembarcar na estação Oswaldo Cruz. A quadra fica a 10 minutos da estação, caminhando. Saiba mais sobre a Portela no Guia Maravilha.

Mocidade:

Com uma bateria eletrizante, a escola de Padre Miguel é a nobre representante da Zona Oeste da capital no seleto grupo das campeãs do Carnaval Carioca. Desde 1979, quando conquistou o primeiro título com o carnavalesco Arlindo Rodrigues, fez algumas das apresentações mais inventivas do Sambódromo, com Fernando Pinto e, depois, Renato Lage. Você pode pegar um trem do ramal Santa Cruz e desembarcar na estação Mocidade/Padre Miguel. A quadra fica a 7 minutos a pé. Saiba mais sobre a Mocidade no Guia Maravilha.