Sou+Carioca revela o Rio até para seus moradores | Diário do Porto

Turismo

Sou+Carioca revela o Rio até para seus moradores

Gabriela Palma, 36, reinventou-se com agência que promove visitas à Pequena África, na Região Portuária. Sua empresa, Sou+Carioca, é apoiada pela Shell

12 de julho de 2021


Gabriela é protagonista de uma campanha da Shell na TV (Divulgação Shell)


Compartilhe essa notícia:


Nascida em Foz do Iguaçu, no Paraná, e morando desde os 3 anos no Rio de Janeiro, Gabriela de Oliveira Palma, 36, se descobriu aos 30 como mulher, preta e carioca durante visita à Pequena África, local de herança africana na Região Portuária. Para apresentar aos moradores um roteiro diferente do tradicional e muitas vezes esquecido, decidiu fundar a empresa de turismo Sou+Carioca, que promove roteiros a bairros e museus, com o objetivo de gerar uma reconexão das pessoas com a cidade, além de mostrá-los também a turistas.

Gaby pode ser vista em horário nobre nas TVs desde o último dia 27 de junho. Ela é uma das protagonistas da última fase da campanhaEnergia que Vem da Gente, apresentada pela Shell Brasil desde março deste ano. A campanha apresenta histórias de pessoas que fazem a diferença, todas contadas em vídeos veiculados nos Estados do Rio, São Paulo, Espírito Santo e Brasília. O filme publicitário que conta a história de Gabriela ficará no ar durante 40 dias e pode ser visto aqui.

A paranaense que se criou no Rio foi uma das vencedoras do programa de empreendedorismo Shell Iniciativa Jovem em 2018, ao se reinventar criando uma agência de turismo que apresenta a cidade de maneira inovadora e educativa. “As pessoas pretas periféricas sempre são colocadas em uma posição inferior, como se não pudessem chegar lá. Mas no fundo, todos podem. Só precisam de uma oportunidade”, afirma Gaby.

Gabriela venceu o concurso para o programa Shell Iniciativa Jovem com sua agência de turismo (Divulgação Shell)

O convite para ser personagem da campanha proporcionou uma experiência a ser levada para o resto da vida. “Deu visibilidade ao meu trabalho como guia de turismo. Por conta do alcance da campanha, mais pessoas estão sendo instigadas a conhecer uma outra história do Rio de Janeiro que não é contada nas escolas”, conta Gabriela.

Em 2018, a Sou+Carioca foi uma das dez companhias de destaque do programa de empreendedorismo Shell Iniciativa Jovem. Na época, foi entregue uma premiação de R$ 2 mil para serem investidos no negócio. “Foi ali que a gente se entendeu como uma empresa de fato e recebeu suporte como empreendedores. O programa deu um norte sobre qual caminho seguir e ferramentas a serem utilizadas”, explica Gabriela.


LEIA TAMBÉM:

Campanha FériasRJ promove o Rio como destino seguro

Área do Cais do Valongo ganhará obras de melhorias

SuperaRJ já aprovou 1.233 créditos, sem juros, a empreendedores

 


Jardim Suspenso do Valongo é um dos pontos visitados no roteiro da Pequena África (Alexandre Macieira/Riotur)

Passeio à pequena África

Um dos destaques da agência Rio+Carioca é o roteiro à Pequena África, nome dado pelo artista e sambista Heitor dos Prazeres ao pedaço da cidade que hoje faz parte do Circuito Histórico e Arqueológico de Celebração da Herança Africana. O próximo passeio está marcado para sábado, dia 17 de julho, às 9h, com três horas de duração e valor de R$ 35.

“Divulgada em livros, letras de música e enredos de escolas de samba, a expressão ‘Pequena África’ passou a identificar parte significativa da zona portuária da cidade, onde a presença africana e o patrimônio cultural negro marcaram para sempre a história não apenas do Rio de Janeiro, mas de todo o Brasil”, explica ela.

A agência Rio+Carioca promove outros passeios a pontos pouco conhecidos do Centro do Rio, como o Grande Templo Israelita, no Saara (a partir de R$ 35), e também ao Real Gabinete de Leitura (com direito a café da manhã no Ibis Centro, a R$ 57). Outro roteiro bastante procurado é o ‘Conheça Paquetá de Bike’, a partir de R$ 55 – o próximo será dia 17, das 9h30 às 16h.

Outros passeios promovidos pela agência incluem o Mirante Dona Marta, em Botafogo, e o bairro de Santa Teresa, no Centro. Ambos custam a partir de R$ 35. Já Circuito das Grutas, na Floresta da Tijuca, sai por R$ 50, e a Trilha da Babilônia, com direito a café manhã, sai a R$ 70. Tem ainda os tours virtuais Mulheres Negras e Niterói, por apenas R$ 10 cada. Saiba mais aqui.

Sobre o programa – O programa Shell Iniciativa Jovem já encerrou inscrições este ano e está em andamento, no momento, com os empreendedores selecionados. No fim do ano, haverá uma cerimônia de premiação para os empreendimentos de destaque. O programa vai abrir novas inscrições em 2022, em data ainda a ser definida.