"Sesc RJ na Estrada" visita S. João Marcos, o 1º parque arqueológico urbano do Brasil | Diário do Porto

Turismo

“Sesc RJ na Estrada” visita S. João Marcos, o 1º parque arqueológico urbano do Brasil

São João Marcos foi inundada em 1940 para abastecer o Rio, então Capital Federal. Série exibida na Band TV tem roteiro do DIÁRIO DO PORTO.

8 de setembro de 2021


Vestígios de construções na cidade de São João Marcos( Crédito: Kika Lima/ Wikimedia Commons)


Compartilhe essa notícia:


O Sesc RJ na Estrada foi a Rio Claro, no sul do Estado, para conhecer o Parque Arqueológico São João Marcos, onde, no passado, houve uma cidade com 18 mil habitantes. Inaugurado em 2011, o parque resgata a memória de um dos mais importantes núcleos urbanos do período do café, localizado às margens da antiga Estrada Real. Assista ao episódio, clicando aqui.

A série, com roteiro da Avenida Comunicação/Diário do Porto, é exibida todo sábado na Band Rio, às 18h50, com o patrocínio da Fecomércio RJ. Os programas são produzidos em linguagem dinâmica, com cerca de 3 minutos de duração cada.

Parque é o primeiro sítio arqueológico urbano do Brasil (foto: reprodução/internet)

Resquícios de uma cidade

O Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos é um verdadeiro museu à céu aberto e abriga estruturas remanescentes da cidade de São João Marcos, localizada entre o litoral de Mangaratiba e o município de Rio Claro. A cidade foi uma das mais importantes na época do ciclo do café, habitada principalmente pela aristocracia rural do Estado.

Em 1940, São João Marcos foi inundada para ampliação da represa de Ribeirão da Lages, que abastecia a então Capital Federal. Os moradores foram obrigados a deixar suas casas e tudo foi demolido para que não retornassem. Algumas construções, porém, não ficaram cobertas pela água e podem ser visitadas.

Cidade foi inundada para a construção de uma represa (Foto: reprodução/Internet)

Após 70 anos de abandono, ela foi transformada no Parque Arqueológico e Ambiental, com objetivo reverter o processo de esquecimento da cidade. Os visitantes podem observar os restos da Igreja Matriz, como o arco da sua porta principal e seu piso de mármore original, algumas construções como residências, parte do calçamento original, e até mesmo pontes em arco.

O espaço, pertencente à companhia Light, é mantido com o patrocínio da empresa, com o apoio da Secretaria de Cultura do Governo do Estado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel.

 


LEIA TAMBÉM:

Pesquisa realiza censo racial dos jornalistas brasileiros

Aves rosas na Lagoa evidenciam ação ambiental de Moscatelli

Paço Imperial inaugura exposição “O Som do Tempo”

 


Sesc RJ na Estrada

O Sesc RJ na Estrada mostra atrações pouco conhecidas em cidades do interior do Estado. O objetivo é incentivar o turismo de proximidade, no qual as pessoas viajam para conhecer locais vizinhos de suas próprias casas.

A primeira temporada terá 26 reportagens, cada uma em um município diferente.

O programa já destacou belezas paisagísticas e culturais em Duque de Caxias (Xerém), São João de Meriti, Teresópolis, Nova Iguaçu, Petrópolis (Secretário), Itaboraí, Itatiaia, Nova Friburgo, Vassouras, Paraíba do Sul, Arraial do Cabo, Visconde de Mauá, Paraty e Cabo Frio. Os episódios anteriores estão disponíveis no canal do Youtubedo DIÁRIO DO PORTO.