Secovi Rio promove campanha de doação de sangue | Diário do Porto


Saúde

Secovi Rio promove campanha de doação de sangue

A campanha de doação de sangue é uma parceria entre o Secovi Rio e o HemoRio, na sede do sindicato, dia 29 de julho, no Centro

19 de julho de 2022

Para participar da campanha de doação da Secovi Rio, basta apresentar documento oficial e fazer questionário clínico (foto: Reprodução da Internet)

Compartilhe essa notícia:


O Secovi Rio (Sindicato da Habitação), realizará, em 29 de julho, a Campanha de Doação de Sangue, em sua sede (Rua Almirante Barroso, 52, 9º andar, Centro, Rio de Janeiro). Esta edição, em parceria com o HemoRio, é a primeira após a pandemia de Covid-19. A equipe de coleta estará no local das 10h às 15h.

O objetivo é colaborar com os estoques de sangue das unidades de saúde abastecidos pelo HemoRio, para beneficiar pacientes em tratamento médico ou pessoas que precisaram passar por intervenções mais complexas, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias.

Para doar, é necessário portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional) e atender à alguns requisitos como estar bem de saúde, ter entre 16 e 68 anos (incompletos), pesar no mínimo 50 Kg e não estar em jejum. O doador deve evitar alimentos gordurosos, nas 4 horas que antecedem a doação, e álcool, nas últimas 12 horas.

O processo para doar sangue é bem simples e rápido. Quem quiser doar precisa comparecer ao Secovi Rio e passar pela triagem com um profissional de saúde do Hemorio. Após a aprovação, os voluntários são encaminhados para a coleta e recebem um lanche. O procedimento completo não dura mais do que uma hora.


LEIA TAMBÉM:

Maricá investe em tecnologia de informação

No Sesc RJ na Estrada, árvore de mil anos em Cachoeiras de Macacu

Porto Carioca será o novo residencial do Porto Maravilha


O que impede a doação

Não são todas as pessoas que podem doar sangue, seja por motivos temporários ou por problemas crônicos. Dentre os impeditivos estão: pessoas que estiverem com gripe, resfriado e febre devem aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas; mulheres em período pós-gravidez devem esperar 90 dias, para parto normal, e 180 dias, para cesariana; tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação); pessoas com apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes devem esperar 3 meses; dentre outros impeditivos.

Para mais informações, acesse aqui!


/