Aeroporto Santos Dumont terá obras de 24/8 a 21/9 | Diário do Porto


Infraestrutura

Aeroporto Santos Dumont terá obras de 24/8 a 21/9

A pista principal do aeroporto passará por manutenção, mas operações continuarão na pista auxiliar. Cabe às companhias aéreas informar alterações de voos

12 de julho de 2019

A retirada dos aeroportos mineiros era uma das principais reinvindicações do Rio (foto: Infraero)

Compartilhe essa notícia:


A pista principal do aeroporto Santo Dumont passará por manutenção, entre os dias 24 de agosto e 21 de setembro. Nesse período, as operações de pouso e decolagem continuarão na pista auxiliar. Segundo a Infraero, que administra o aeroporto, cabe às empresas de aviação informar aos clientes sobre alterações em seus voos.

A data inicial para as obras era 12 de agosto, mas foi adiada por exigência da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com o adiamento, a Infraero teve tempo para realizar adequações na pista auxiliar, que agora está apta a receber aviões de maior porte.

A Infraero informa que, com os ajustes, as companhias aéreas e a aviação executiva continuarão com seus voos no Santos Dumont, respeitando restrições de peso e tamanho de aeronaves. A empresa espera com isso reduzir  o impacto para os mais de 770 mil passageiros que passam por mês pelo terminal carioca.


LEIA TAMBÉM:

Rio receberá em setembro a maior livraria flutuante do mundo

Fim de semana com forró, telescópios e tubarões

VLT quer no mínimo R$ 280 milhões de indenização


As obras serão realizadas entre agosto e setembro também por questões meteorológicas, pois são meses de baixa incidência de chuvas, diminuindo a probabilidade de interrupções nos trabalhos. Equipes serão mobilizadas 24 horas por dia, até o final da construção, que envolve a troca completa do pavimento da pista principal.

O Santos Dumont foi construído na década de 30 do século passado, em um aterro sobre a Baía de Guanabara. Bem ao lado da Ilha de Villegagnon, o primeiro núcleo de colonização do Rio de Janeiro, ainda no século 16, sob domínio dos franceses. A Ilha é a atual Escola Naval da Marinha do Brasil.

O aeroporto é o sétimo do país em tráfego aéreo e foi o primeiro a ser inaugurado exclusivamente para uso civil. Localizado na área central da cidade, faz parte dos lugares afetivos dos cariocas.

Suas duas pistas têm capacidade para operar 29 voos por hora. Seu principal fluxo de passageiros está ligado à ponte aérea para São Paulo, que completou 60 anos no último dia 5. Atualmente essa rota movimenta 4 milhões de pessoas por ano.


/