Roda gigante com ingresso a R$ 40 passa para as férias de julho

Inspirada na London Eye, a Rio Star, com 88 metros de altura, vai ser a maior roda gigante da América do Sul e será construída em um terreno de 2500 metros

Projeção da roda gigante Rio Star
Projeção da roda gigante Rio Star, com 88 metros, a maior da América do Sul (Gramado Parks)

Não será mesmo neste verão, como foi inicialmente previsto, que o Porto Maravilha começará a exibir a maior roda gigante da América do Sul. A previsão de inauguração da Rio Star, com 88 metros, ficou para as outras férias, as de julho. O preço médio do ingresso deve ser de R$ 40. Segundo a empresa Gramado Parks, vencedora da licitação da Prefeitura para construir a nova âncora turística carioca, a previsão de inauguração ficou para “o final do primeiro semestre de 2019”. As obras não têm data exata para começar.

A construção, em um terreno de 2.500 metros, guarda um mistério que não poderá durar muito tempo: o nome da empresa de engenharia que vai erguer o equipamento. “Trata-se de uma informação estratégica e sigilosa, e optamos por não divulgá-la”, disse ao DIÁRIO DO PORTO a gerente de Marketing da Gramado Parks, Andrea Lyra. “Estamos finalizando os últimos ajustes para iniciarmos as obras.”

Tampouco há estimativa disponível sobre o número de empregos na construção e na operação do equipamento. “A roda gigante como um todo será importada”, disse a gerente. As peças virão da China. O valor a ser investido, segundo ela, tampouco pode ser divulgado. “Por questões estratégicas, não informamos os investimentos.”

Em abril, a Gramado Parks disputou a licitação – e venceu – com a Porto do Rio Empreendimento pela permissão de uso da área. Logo após a vitória, fez uma parceria com alguns empresários do grupo perdedor. A Porto do Rio Empreendimento tinha sido criada pela Esfeco Administração, holding do Trem do Corcovado, do AquaRio e do Complexo Paineiras.

Após um ensaio de briga judicial entre as concorrentes, elas se juntaram para formar a sociedade Arc Big Eye Parques Temáticos e Diversão Ltda para implantar e operar a Rio Star. Os sócios acumulam experiência em turismo e entretenimento: estão à frente de projetos bem sucedidos no País como Snowland (RS), Trem do Corcovado (RJ), AquaRio (RJ) e a boate Studio 54. O contrato foi assinado em agosto.

– Nosso único objetivo foi unir forças em torno do projeto. Se analisarmos os sócios individualmente, veremos que são pessoas realizadoras e foi isso que nos fez tomar essa decisão. Toda a expertise dos sócios fará com que a Rio Star seja referência de Roda Gigante no Brasil – espera a gerente da Gramado Parks.

A famosa London Eye, de Londres, serviu de inspiração para a construção da Rio Star (divulgação)
A London Eye serviu de inspiração para a Rio Star

A Cdurp (Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro), da Prefeitura, informa que, apesar do adiamento da conclusão das obras, não será alterado o prazo estipulado no edital para o início do pagamento dos 66 meses. Ou seja, a partir de fevereiro a Gramado Parks, responsável pelas garantias do contrato, começará a pagar R$ 200 mil ou 5% da receita bruta, valendo o que for maior. A devolução do imóvel é prevista para depois de cinco anos e meio de uso.

A área reservada para a roda gigante é parte de uma grande desapropriação feita para a construção da Via Binário do Porto e do Boulevard Olímpico, hoje Orla Conde. Há um processo questionando o valor pago pela desapropriação. O endereço é Avenida Rodrigues Alves 455, entre o AquaRio e o Edifício Aqwa Corporate, na boca do Túnel Marcello Alencar.

O acompanhamento das obras deve ser feito pelo diretor-executivo da Gramado Parks, Christian Dunnwal, que virá do Sul para o Rio. A Gramado Parks está também incorporando quatro resorts em Gramado, mas seus sócios possuem outros negócios, como o Snowland. O Rio de Janeiro foi escolhido para o novo investimento da Gramado Parks, segundo Christian Dunnwal, “devido ao potencial turístico do destino, por suas belezas naturais e tudo o que representa no turismo mundial”.

A Rio Star é projetada para levar 432 pessoas por volta completa de 15 minutos. O desenho tem 54 cabines para oito passageiros. A localização não poderia ser mais estratégica: a um quilômetro e meio da Praça Mauá e também da Rodoviária Novo Rio. Que os turistas sejam bem vindos.

Todas as Notícias