RioGamer inaugura hoje nova sede | Diário do Porto


Inovação

RioGamer inaugura hoje nova sede

Aula inaugural do projeto “Código Brazuca” marca inauguração da nova sede da RioGamer no Porto. Espaço será hub para mercado de jogos eletrônicos

9 de novembro de 2021

Evento de apresentação da nova sede da RioGamer terá aula inaugural sobre projeto "Código Brazuca" (divulgação/RioGamer)

Compartilhe essa notícia:


Nesta terça-feira, a Rio Gamer, associação que reúne os principais players do segmento eSports do Rio de Janeiro, inaugura sua sede no condomínio Novo Cais, no Santo Cristo. O primeiro evento do novo espaço será uma aula inaugural do projeto “Código Brazuca”, iniciativa que pretende transformar a realidade social de jovens das comunidades do Porto por meio de sua inserção no mercado de jogos eletrônicos. Antonio Fonseca, diretor de projetos RioGamer, e Antonio Rabelo, fundador do Studio Quarto Mundo, abrirão oficialmente os trabalhos no empreendimento que pretende revolucionar o mercado de jogos eletrônicos no Rio de Janeiro.

Além de ser a “sala de aula” dos alunos do “Código Brazuca”, os 300 m² da nova sede serão um hub de geração de negócios e desenvolvimento de startups para o mercado de games. Na fase inicial, a ideia é captar cerca de 10 pequenas e médias empresas do segmento. Num médio prazo, a associação espera ampliar as instalações para que possa hospedar até 50 empreendedores.

RioGamer quer transformar futuro de jovens carentes do Porto

O “Código Brazuca” irá captar jovens nas escolas públicas da região. Os escolhidos terão oficinas de “Introdução aos Conceitos de Desenvolvimento de Games”. Em 10 meses, os alunos estarão aptos a buscar vagas como devs trainees (jovem aprendiz). Com o mercado de games em alta, especialmente após o início da pandemia, a demanda por devs está aquecida.

Os que mais se destacarem terão duas opções: integrar o Studio Lab RioGamer, uma software house de desenvolvimento de sistemas pronta para atender startups e empresas em geral, ou participarem do Programa de Pré-aceleradora de startups de Games, no qual poderão criar seus próprios negócios no segmento eSports.

O “Código Brazuca” segue critérios ESG, sigla em inglês que define boas práticas ambientais, sociais e de governança. Entre seus princípios estão a erradicação da pobreza, educação de qualidade, redução das desigualdades, parcerias com foco em metas e emprego digno associado ao crescimento econômico. O projeto pode ser replicado em outras localidades do Rio e do Brasil.


LEIA TAMBÉM:

Porto terá 1º Festival do Camarão

AquaRio apresenta programação especial de aniversário

Nissan tem 6 mil inscritos para estágios no Rio, SP e PR