RIOgaleão e Musal fazem exposição sobre Santos Dumont | Diário do Porto


Exposição

RIOgaleão e Musal fazem exposição sobre Santos Dumont

RIOgaleão recebe “Santos Dumont, o Homem Há de Voar”. O público tem acesso a objetos pessoais e fotos do Pai da Aviação. A parceria é com o Musal

28 de outubro de 2019

Exposição sobre Santos Dumont na Praça de Eventos do RIOgaleão (Foto: divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A história do brasileiro que contribui para uma das maiores invenções do mundo moderno é contada na exposição “Santos Dumont, o homem há de voar”, no Aeroporto Internacional Tom Jobom (RIOgaleão). Com diversos objetos em homenagem ao pai da aviação, a mostra é fruto de uma parceria com o Museu Aeroespacial (Musal) e fica aberta ao público até o dia 13 de novembro.

Em “Santos Dumont, o homem há de voar”, telas luminosas apresentam curiosidades sobre a vida e a obra do Pai da Aviação. Entre as raridades que o público poderá conferir estão alguns objetos pessoais, como a braçadeira e o colarinho, além de fotos que retratam com detalhes suas criações e vida social. Outra peça de destaque na mostra é a maquete da casa onde o aviador morou, em Petrópolis, e que atualmente abriga um museu dedicado a ele.


Leia Também:

O corpo que voa: saúde nas viagens de avião

Ativistas cobram saneamento das lagoas e Witzel promete agir

CCBB apresenta peça contra a opressão às mulheres


Na exposição, o público  também encontrará a réplica mais antiga, em tamanho original, do Demoiselle, um dos primeiros aviões criados por Santos Dumont e considerado a sua obra-prima.  “Estamos felizes com essa parceria, que traz para todos os nossos passageiros a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história do pai da aviação”, afirmou o presidente do RIOgaleão, Luiz Rocha.

Réplica do ‘Demoiselle’, considerado a obra-prima de Santos Dumont (Foto: Divulgação)

Fatos que marcaram a origem da aviação e, principalmente, detalhes sobre as aeronaves por ele construídas são lembrados. Todas as peças em exposição integram o acervo permanente do Museu Aeroespacial, localizado no Campo dos Afonsos, na Zona Oeste do Rio. A parceria com o RIOgaleão integra a agenda de comemorações pelo mês da aviação.

”Para o Museu Aeroespacial, trazer nosso acervo para o aeroporto é uma oportunidade de estar mais perto do público. O Musal fica um pouco distante, por isso precisamos ter um braço mais longo, para poder alcançar mais cariocas, brasileiros e estrangeiros”, explicou o diretor do museu.


/