Rio vai ganhar guia de turismo rural | Diário do Porto


Turismo

Rio vai ganhar guia de turismo rural

Programa Turismo Rural RJ vai trabalhar roteiros em 12 regiões turísticas. Municípios do Vale do Café são os primeiros a receber visita técnica da Turisrio

23 de maio de 2021

Fazenda Ponte Alta, em Barra do Piraí, é um dos atrativos do Vale do Café (Foto: TurisRio)

Compartilhe essa notícia:


As belas fazendas históricas do Vale do Café, no Sul Fluminense, serão alguns dos destaques do Guia Turismo Rural RJ, que o Governo do Estado do Rio de Janeiro deverá lançar para alavancar o desenvolvimento econômico e cultural do interior a partir de atividades turísticas. O pontapé inicial do projeto começou pelos municípios do Vale do Café: Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira, Paracambi, Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Rio das Flores e Vassouras.

Todas as 12 regiões turísticas serão mapeadas e georreferenciadas em visitas técnicas da TurisRio, a empresa de turismo do estado. O objetivo da equipe é identificar e mapear os atrativos para, futuramente, capacitar e promover os produtos direcionados ao turismo rural, com apoio à comercialização dessas rotas e roteiros. A ideia é fazer o lançamento de uma região por mês.

LEIA TAMBÉM

Turismo da Vacina: países oferecem doses para atrair visitantes

Turismo com canoa havaiana é nova tendência no Rio

Rio investe no turismo de proximidade

Visita de técnicos da TurisRio em municípios do interior fluminense (Foto: Divulgação)

O programa “Turismo Rural RJ” é resultado da parceria entre as Secretarias de Estado de Turismo (Setur-RJ) e de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa) com o Núcleo de Estudos de Geografia Fluminense (Negef) da Uerj. Para o secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca, o interior é rico em atrativos e precisa estimular esse desenvolvimento.

“O nosso estado é muito diversificado e tem muita história. Fomentar o turismo rural é criar mais um produto para atrair turistas e, ao mesmo tempo, reforçar as raízes do interior. Essa é uma das ações para desenvolver o setor e colocar o Rio de Janeiro em posição de destaque como destino, no cenário de pós-pandemia“, destacou o secretário.

Já o secretário de Estado de Agricultura, Marcelo Queiroz, lembra que o turismo rural funciona como uma alternativa para melhorar a qualidade de vida desses produtores e também na geração de emprego e renda. “Além disso, é uma oportunidade para os moradores das cidades conhecerem melhor a vida no campo e as produções do nosso estado“, reforçou.


/