Rio terá "Réveillon da Independência" em setembro | Diário do Porto


Bicentenário

Rio terá “Réveillon da Independência” em setembro

No 7 de setembro a Quinta da Boa Vista será palco do “Réveillon da Independência”, evento com shows e diversas atrações para celebrar o BICentenário

4 de março de 2022

Prefeito Eduardo Paes apresenta programação do BiCentenário da Independência do Brasil (foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio)

Compartilhe essa notícia:


Entre a série de iniciativas da Prefeitura para o carioca festejar o BiCentenário da Independência em setembro, destaque para o “Réveillon da Independência”, um grande festival com shows, exposições, instalações, atividades culturais, artísticas, educativas e gastronômicas na Quinta da Boa Vista. Serão 24 horas de atividades, com o ápice na virada do dia 7 de setembro. O projeto é da atriz e diretora Bia Lessa.

Outro presente de Bicentenário será a volta o Teatro Carlos Gomes, que será totalmente reformado e entregue para a população. A programação de reestreia terá um musical com Luzia, o fóssil humano mais antigo da América do Sul e uma das maiores atrações do Museu Nacional contando a história do Brasil a partir da sua formação. A atração ficará em cartaz por seis meses.

A Cidade das Artes também recebe, a partir de setembro, o espetáculo “As Marias do Brasil”, um musical de Cláudio Botelho e Charles Müller que ficará quatro meses em cartaz com quatro sessões semanais. No roteiro, a Independência do Brasil será contada sob ponto de vista das mulheres envolvidas no processo.


LEIA TAMBÉM:

Prefeitura lança “Rio, Capital da Independência”

ODS 2: a luta da ONU e de Betinho contra o planeta fome

Cia. Docas RJ começa 2022 com alta no faturamento


Bicentenário terá marca, fotolivro e circuito de caminhadas

A exemplo do que aconteceu nas comemorações dos 450 anos do Rio de Janeiro, em 2015, a Prefeitura vai promover um concurso para escolher a marca “Rio, Capital da Independência”. Um edital público foi lançado e a divulgação do símbolo será até o mês de maio.

Os cariocas também poderão participar de mil caminhadas culturais no projeto “Andario”, em percursos relacionados à Independência, com a presença de guias, historiadores e artistas. Ao todo, serão cerca de 100 percursos.

A Secretaria Municipal de Educação também vai promover o Festival Escolar Bicentenário da Independência, que vai envolver mais de 350 mil alunos de 1.543 unidades escolares. Haverá formação de professores por meio de fóruns e webinários, jogos, concursos e outras atividades produzidas por alunos e professores. Também serão realizadas uma exposição com premiação dos trabalhos produzidos e a produção do livro “Narrativas Cariocas do Bicentenário da Independência”.

O Arquivo da Cidade produzirá o “Álbum Bicentenário da Independência: a cidade do Rio de Janeiro”, um fotolivro de 160 páginas mostrando o que foi preservado desde a Independência até 1930, em fotos de arquivo e registros atuais, com acordo de cooperação com o Museu de Arte do Rio (MAR).

O Instituto Pereira Passos (IPP) vai retomar a sua linha editorial. Entre os lançamentos programados, a novidade será a publicação de um edital de patrocínio para produções editoriais, envolvendo o tema Independência. Outro destaque será a republicação das Pranchas Arcos da Lapa e Praça XV, criadas pelo ilustrador Carlos Gustavo Nunes Pereira, mais conhecido como Guta. Dentre as ações ainda está prevista a edição de um calendário comemorativo para o bicentenário e a realização da terceira edição do Prêmio IPP.

 

 

 


/