Rio teve menor gasto em conservação e infraestrutura desde 2016 | Diário do Porto


Rio

Rio teve menor gasto em conservação e infraestrutura desde 2016

Secretarias de Infraestrutura e Conservação deixaram de gastar cerca de R$ 330 milhões em 2021. Investimento foi inferior ao gasto na gestão Crivella

16 de fevereiro de 2022

Prefeitura do Rio deixou de investir cerca de R$ 330 milhões na conservação e infraestrutura na cidade em 2021 (reprodução/RJ TV)

Compartilhe essa notícia:


Reportagem do RJ TV da TV Globo revelou que, em 2021, a Prefeitura do Rio teve o menor gasto em conservação e manutenção desde 2016, último ano do segundo governo Eduardo Paes. O resultado disso são buracos nas ruas, falta de lâmpadas, ausência de bancos na orla, escadas rolantes paradas, praças com mato alto e sem equipamentos de lazer, ciclovias largadas, calçadão de praia desmoronado, passarelas enferrujadas e sem degraus e passagens subterrâneas com desníveis no solo e sem iluminação.

Essas e outras marcas visíveis de abandono e má conservação foram registradas pela reportagem do jornal que percorreu a cidade de Campo Grande à Ilha de Governador, passando pelas praias da cidade que não anda lá muito maravilhosa. Isso se deve ao baixo investimento feito em 2021 pelo executivo municipal na conservação e infraestrutura do Rio. Segundo levamento do gabinete da vereadora Teresa Bergher (Cidadania), no ano passado foram usados apenas R$ 210 milhões dos R$ 522 milhões destinados no orçamento municipal para gastos com infraestrutura. Um “déficit” de R$ 311 milhões para a cidade.

Ocorreu o mesmo com a previsão orçamentária para conservação. Dos R$ 114 milhões previstos, R$ 98,5 milhões foram efetivamente gastos. Procuradas pela reportagem, as secretárias municipais de Conservação e Infraestrutura e Obras alegaram que, apesar de previsto, o dinheiro não foi deixado em caixa pela gestão do prefeito Marcelo Crivella e que foi gasto o possível.

Secretarias prometem quadruplicar gasto em conservação e infraestrutura em 2022

Porém, o balanço da Prefeitura contradiz a versão apresentada pelas duas pastas. No final de 2021, em evento no Palácio da Cidade o prefeito Eduardo Paes anunciou que a Prefeitura do Rio fechava o ano com R$ 7 bilhões no caixa e que o orçamento para 2022 seria da ordem de R$ 40 bilhões.

As duas secretarias informaram à reportagem do RJ 1 que pretendem quadruplicar o investimento em infraestrutura, manutenção e conservação no Rio em 2022. Vamos fiscalizar.


LEIA TAMBÉM:

Festa na Cidade do Samba terá Bola Preta e Cacique

Pesquisa Fecomércio RJ mostra confiança na economia no próximo trimestre

RJ abriu 10% das novas empresas do Brasil em 2021


/