Rio começa a vacinar portuários e aeroportuários | Diário do Porto

Saúde

Rio começa a vacinar portuários e aeroportuários

Expectativa é vacinar cerca de 16 mil portuários e aeroportuários, no Porto do Rio e nos aeroportos do Galeão e Santos Dumont

2 de junho de 2021


Secretário de Saúde, Daniel Soranz, participa da vacinação no Santos Dumont (Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio)


Compartilhe essa notícia:


A Secretaria Municipal de Saúde iniciou a vacinação contra a Covid-19 de portuários do Porto do Rio. Até domingo, pretende vacinar 6 mil trabalhadores do local. Também estão sendo vacinados aeroportuários no Aeroporto Santos Dumont e no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão). Ao todo, cerca de 16 mil pessoas serão vacinadas nos três locais, com postos exclusivos para os profissionais.

A imunização dos trabalhadores portuários e do transporte aéreo foi antecipada por recomendação do Ministério da Saúde. “É uma vacinação específica, uma ação de bloqueio nas regiões de porto e dos aeroportos, para se evitar a disseminação de novas variantes do vírus”, explicou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz,

A decisão de vacinar profissionais aeroportuários foi reforçada após a confirmação da presença da variante indiana em um morador de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Ele foi testado no Aeroporto de Guarulhos (SP) e, mesmo sem o resultado, desembarcou no Aeroporto Santos Dumont, viajou de carro até Campos e retornou a São Paulo novamente pelo Santos Dumont dois dias depois. Quinze pessoas, que tiveram contato com o infectado, estão sendo monitorados.

Soranz afirmou que a cidade do Rio recebeu doses para a vacinação de aeroviários e portuários na segunda-feira. A vacinação desses grupos acontecerá em seus próprios locais de trabalho. No Porto do Rio e no Santos Dumont, acontecerá até dia dia 7 (com exceção de domingo), das 9h às 16h. Já no Galeão, a ação se estende até o dia 11 (menos no domingo), no mesmo horário.


LEIA TAMBÉM:

Fiocruz quer vacinar população de Paquetá para estudo

Plaza Premium Lounge retoma operações no Galeão

Reviver Centro é aprovado em 1ª votação na Câmara


Doses da vacina da Astrazeneca/Oxford são aplicadas em aeroportuários no Santos Dumont (Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio)

Vacinação no Porto do Rio

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) informou que a aplicação da primeira dose da vacina Astrazeneca/Oxford para trabalhadores portuários se dará por faixa etária. A ação será realizada nos dias 2 a 7 de junho, no armazém 18, no OGMO, das 9h às 16h. O acesso ao local de imunização deverá ser realizado pelo portão externo do armazém. Os trabalhadores que estiverem trabalhando no cais poderão utilizar o acesso interno.

Somente os portuários contemplados nos grupos previamente cadastrados pela companhia, empresas arrendatárias e demais que atuam diretamente no Porto do Rio, poderão ser vacinados. Os empregados da Docas do Rio que atuam nos portos de Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis podem ser imunizados na ação que será realizada somente no Porto do Rio de Janeiro. A ação é realizada em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, com as arrendatárias e o Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO).

Para se vacinar no Porto do Rio, o trabalhador portuário cadastrado deverá apresentar documento de identificação com foto, CPF e um documento oficial que comprove o exercício efetivo da função de trabalhador portuário ou análoga. As portuárias que estiverem grávidas não poderão ser vacinadas com Astrazeneca. No local, serão orientadas pela equipe a procurar um posto de saúde para aplicação de outro imunizante. Já os portuários não cadastrados para a vacinação no Porto do Rio que tiverem dúvidas sobre a imunização, deverão verificar diretamente com as equipes de saúde do seu município de residência.

vacinacao Galeao
No Aeroporto Internacional Tom Jobim a vacinação vai até dia 11 de junho, exceto domingo (Foto: Divulgação)