Reviver Centro: 3ª enquete para revitalização | Diário do Porto

Imóveis

Reviver Centro: 3ª enquete para revitalização

Nova enquete do Reviver Centro permite que a população opine sobre projeto de lei que será analisado na Câmara dos Vereadores

17 de março de 2021


A revitalização do espaço público é outro pilar da recuperação do Centro do Rio (Foto: Alexandre Macieira/RioTur)


Compartilhe essa notícia:


A Prefeitura iniciou a terceira pesquisa do plano urbano Reviver Centro. Desta vez, os cariocas podem opinar sobre a minuta do Projeto de Lei Complementar (PLC), que será analisado na Câmara de Vereadores. É possível participar acessando o site.

De acordo com Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, o Reviver Centro visa a recuperação urbanística, social e econômica do Centro do Rio e os bairros do entorno. O projeto também propõe a construção de novas moradias, o retrofit e a conversão de imóveis comerciais em residenciais ou de uso misto.
Entre outras medidas, estão a isenção de dívida ativa, IPTU, ITBI e ISS, além de liberação de taxas de licenciamento, para projetos de residenciais ou uso misto. A exploração do andar térreo dos prédios com lojas, com objetivo de trazer vitalidade e movimento às ruas da região, também foi incluída.

Reviver Centro: cariocas querem reordenamento urbano

Nas enquetes anteriores, os cariocas priorizaram o reordenamento urbano e a criação de novas áreas de lazer. Para quase 80% dos consultados, a vida na cidade hoje é pior do que há cinco anos.

Ainda na esfera do espaço público, o Reviver Centro quer estimular a criação de áreas com vegetação, estimular a criação de ciclorrotas e ampliar as estações de compartilhamento de bicicletas públicas.

O PLC prevê a recuperação e conservação contínua do mobiliário urbano: luminárias históricas, monumentos, chafarizes e elementos de embelezamento do espaço público. Outra diretriz será a definição de áreas restritas para vendedores ambulantes e trabalhadores de rua de modo a não conflitar com a livre circulação de pedestres, e a padronização de equipamentos e acessórios para os vendedores ambulantes licenciados.


LEIA TAMBÉM

Jovens agitam cidades brasileiras pela Emenda de Kigali

Fecomércio RJ reforça ação contra a pandemia

Fajardo quer liberar vagas no centro aos fins de semana