Museu do Amanhã discute propostas para o futuro da educação | Diário do Porto


Educação

Museu do Amanhã discute propostas para o futuro da educação

Mais de 3.500 pessoas já participaram de 10 encontros. O próximo e último será sobre gestão pública, ainda sem data definida

14 de outubro de 2018

Encontros no Museu do Amanhã discutem propostas de políticas públicas em várias áreas (Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Brasil do Amanhã
Encontros no Museu do Amanhã discutem propostas de políticas públicas em várias áreas (Foto: Divulgação)

A educação e seus desafios para a construção de um país melhor foi o tema da 10ª edição da Plataforma 2018: Brasil do Amanhã, realizada no Museu do Amanhã. No evento realizado nesta segunda-feira (15), foram abordados os sete eixos estratégicos recomendados pelo projeto Educação Já para que o Brasil garanta uma escola pública de qualidade para todas as crianças e jovens.

O próximo e último encontro deverá ser sobre gestão pública, ainda sem data definida. “A previsão é que seja realizado já com os candidatos eleitos para cobrar compromisso com os temas elencados pela Plataforma 2018: Brasil do Amanhã”, disse Rafael Veras, gerente de Comunicação do Museu do Amanhã.

“A edição de hoje (segunda) sobre educação acontece a tempo de o participante tomar decisão antes do período eleitoral”, destacou.  A estimativa, contando os dez eventos realizados, é fechar em torno de 3.500 participantes presenciais. Com a transmissão online pelo ‘Canal Futura’, via streaming, a previsão é que os encontros já tenham alcançado mais de 16 mil pessoas.

Financiamento da educação básica

Na ocasião, os temas centrais foram valorização e desenvolvimento profissional docente, política nacional de alfabetização, efetivação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em todas as redes de ensino. Outros temas sobre diversificação curricular a ser especificada pela BNCC, criação de um Sistema Nacional de Educação, financiamento da educação básica e política nacional para desenvolvimento da primeira infância.

Para o debate, foram convidados os especialistas: Priscila Cruz, presidente-executiva do Movimento Todos Pela Educação; João Raphael Ramos dos Santos, professor e sociólogo; Virgínia Rita dos Santos Silva, diretora da Escola Estadual Francisco Nascimento, no Espirito Santo. A mediação será de Thais Itaqui, jornalista da GloboNews. Haverá transmissão via streaming pelo site do ‘Canal Futura’.

Mais engajamento social

A Plataforma2018: Brasil do Amanhã se propõe a desenvolver temas de interesse nacional, com o objetivo de aprimorar o nível de informação, mobilização e engajamento social.  “Ao final, com a edição sobre gestão pública, faremos um manifesto com intuito de cobrar dos governantes os compromissos propostos”, disse Veras.

Desde o ano passado foram discutidos outros nove temas: Caminhos da Democracia; Segurança Pública; Água e Saneamento; Ciência, Empreendedorismo e Inovação; Mobilidade Urbana; Cultura; Alimentação; Florestas; e Energia – a fim de comunicar de forma eficiente, inclusiva e apartidária os desafios e os compromissos necessários para o desenvolvimento do país.

Publicações abertas sobre os temas podem ser acessadas no site http://www.brasildoamanha.org.br/.

Fonte: Museu do Amanhã, com Redação


/