Projeto Aquarius faz 50 anos com show na Praça Mauá | Diário do Porto


Música

Projeto Aquarius faz 50 anos com show na Praça Mauá

Para comemorar, Aquarius terá apresentação da Orquestra Sinfônica Brasileira, no dia 6, com o grupo “Oz Crias” e o cantor Lenine

2 de agosto de 2022

Com Lenine, Projeto Aquarius mantém tradição de unir o clássico ao popular (Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O Projeto Aquarius completa 50 anos e, para comemorar, a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) ocupa a Praça Mauá, no próximo sábado (6). Em um concerto gratuito, com participações de Lenine e do grupo de passinho Oz Crias, o evento continua seguindo a tradição de unir o erudito e o popular.

O projeto teve sua estreia no Aterro do Flamengo, em 1972, e contou com um público de 100 mil pessoas. Os músicos da OSB também abriram aquela edição com shows e concertos clássicos de maestros renomados. Após 50 anos, a ideia segue a mesma: democratizar o acesso e desmistificar o gênero clássico.


LEIA TAMBÉM:

Câmara mostra importância de Santa Cruz para a Independência

Prefeitura de Niterói fecha parceria com a Universidade do Mar

Itaguaí protege mangues e rejeita exportação de ferro


Atrações deste ano do Projeto Aquarius

Para unir um estilo musical popular com a música clássica, foi convidado o grupo “Oz Crias”, formado por Diogo Breguete, Yuri Mister Passista, Pablinho Fantástico e WB Negão. Os jovens, todos vindos das favelas cariocas, dançarão ao som de uma improvisação feita pelo naipe de percussão da OSB.

Além do grupo de funk, a Orquestra receberá o cantor e compositor Lenine, que vai apresentar algumas de suas canções com arranjos sinfônicos, como “Quede água?”, do seu disco “Carbono” (2015), e o hit “Jack soul brasileiro”. Desta vez, quem comanda a OSB é Roberto Tibiriçá, que trará um programa de edições passadas do Aquarius.

O Aquarius é uma realização do jornal O GLOBO, com apresentação das empresas Vale e Vibra; patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura; apoio do Sesc-RJ; e parceria da Orquestra Sinfônica Brasileira.


/