Praça Mauá celebra o Dia Marítimo Mundial | Diário do Porto


Segurança

Praça Mauá celebra o Dia Marítimo Mundial

Esta edição destaca 70 anos da IMO, agência das Nações Unidas para proteção e segurança da navegação e prevenção da poluição marinha causada por navios

27 de setembro de 2018

Fragata Independência da Marinha: evento no Pier Mauá mostra o poder bélico da Defesa Brasileira (Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


 

fragata independência da marinha
Fragata Independência da Marinha em evento no Pier Mauá  (Foto: Divulgação)

Como já é tradição, a Organização Marítima Internacional (IMO) celebra na última semana de setembro o Dia Marítimo Mundial. A Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, comemorou a data no dia 28 de setembro, na Praça Mauá, com a presença de autoridades e representantes da comunidade marítima, da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), das empresas de navegação e dos sindicatos ligados à atividade.

A IMO, agência especializada das Nações Unidas responsável pela proteção e segurança da navegação e a prevenção da poluição marinha causada por navios, celebra esta edição do Dia Marítimo Mundial destacando o aniversário de 70 anos da criação de sua convenção, cujo tema será “IMO 70: Nosso legado – Um transporte marítimo melhor para um futuro melhor”.

Entre as homenagens na Praça Mauá estava a entrega da Medalha Mérito Marítimo e do Distintivo de Comodoro a representantes da comunidade marítima. A cerimônia contou ainda com uma reverência ao patrono da Marinha Mercante do Brasil, Irineu Evangelista de Souza, o Visconde de Mauá.

Além do Rio de Janeiro, o Dia Marítimo Mundial é celebrado em outras Organizações Militares da Marinha, como o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA) e diversas Capitanias dos Portos pelo Brasil.

O Dia Marítimo Mundial foi criado em 1978, durante a Convenção da Organização Marítima Consultiva Intergovernamental (Imco), entidade que deu origem à atual IMO. Desde então, a data passou a ser comemorada em todo o mundo, especialmente para destacar a importância das indústrias marítimas no comércio internacional.

Fonte: Marinha do Brasil


/