Porto na rota dos corredores de rua | Diário do Porto


Empreendedorismo

Porto na rota dos corredores de rua

Região Portuária vira point para a prática de hábitos saudáveis, como a corrida de rua, gerando oportunidades de negócios, aponta relatório do Sebrae

23 de outubro de 2018



Compartilhe essa notícia:


corrida-angry-birds
Corrida Angy Birds, no Dia das Crianças, teve largada e chegada em frente ao MAR (Foto: Divulgação)
Caminhar, correr, pedalar, andar de skate, patinete e patins…  Tudo isso virou moda no Boulevard Olímpico depois da revitalização da Zona Portuária. A região hoje tem a cara do life style carioca. Além de atrair novas empresas para a área, a infraestrutura renovada pelas obras do Porto Maravilha e do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) vem mudando hábitos de moradores, trabalhadores e também de visitantes, que se aproveitam dos calçadões, ciclovias e áreas para pedestres para a prática de esportes, lazer e deslocamento por bicicletas.
“A Orla Conde, misto de calçadões, deques, ciclovias, praças e áreas de convivência, soma 3,5 km de extensão e encanta os desportistas. Aos fins de semana, é possível ver famílias inteiras aproveitando a área para esporte e lazer. À noite, os skatistas fazem a festa. Durante o expediente comercial, o carioca começa a pedalar pelo Centro, rumo ao trabalho, dividindo espaço com as bicicletas de delivery (entrega), cada vez mais comuns”, descreve um Relatório de Inteligência do Sebrae/RJ sobre a Região Portuária lançado recentemente.

Ponto de passagem obrigatório para corridas de rua

Corridas de rua, já tradicionais na cidade, também passaram a incluir o Porto Maravilha na rota dos participantes. No Dia das Crianças (12 de outubro), o Rio de Janeiro foi a primeira cidade no mundo a receber a Angry Birds Fun Run, uma corrida de rua para todas as idades, que visa reunir famílias e incentivar crianças a praticarem esporte. Além de atividades infantis e a caminhada de 2km, a prova ofereceu percursos inovadores e desafiadores para os adultos, com as distâncias de 5 e 10km.

Em maio deste ano, a Meia Maratona do Porto 2018, de 21 km, teve largada e chegada na Praça Mauá.  No mesmo mês, aconteceu a Corrida Série Delta, etapa Colômbia, com um circuito de três corridas temáticas, com provas de 5 km e 10 km. Também já passaram por lá o Circuito Soul Carioca e o Circuito Light Rio Antigo.

Skate é outra atividade que combina com a região

A Praça Mauá também se tornou point para os adeptos do estilo street de skate, que gostam de se aventurar em saltos e manobras pelas ruas das cidades. Quem entende do assunto diz que a região é perfeita para treinar, pois oferece diferentes obstáculos para as manobras, como corrimões, degraus e bancos. Há quem bata ponto diariamente, em especial na parte da noite, quando as ruas estão mais vazias de pedestres.

Em junho deste ano, a Praça Mauá recebeu a segunda edição do Best-trick Mauacbaskate board, um campeonato underground de skate, que reuniu cerca de 60 competidores do Brasil todo. O esporte já se tornou modalidade olímpica e tem praticantes que treinam de forma profissional para se destacar nas competições e ganhar patrocínios.

Fonte: Sebrae, com Redação

 


/