Polícia utilizará imagens das câmeras dos hotéis de Copacabana | Diário do Porto


Segurança

Polícia utilizará imagens das câmeras dos hotéis de Copacabana

Câmeras dos hotéis da orla de Copacabana passarão a integrar o sistema de monitoramento da região. Viaturas da PM percorrerão o circuito hoteleiro

17 de março de 2022

Polícias civil e militar terão acesso às imagens das câmeras de segurança dos hotéis do circuito turístico de Copacabana (Alexandre Macieira/ Rio CVB)

Compartilhe essa notícia:


As polícias Civil e Militar vão implantar um  novo sistema de vigilância eletrônica no circuito turístico de Copacabana. As câmeras de segurança dos hotéis passarão a ceder imagens para as autoridades de segurança da área. O anúncio foi feito pela delegada Patrícia Alemany, titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT), durante o evento “Turismo – Planejamento e Resultados – A importância do Rio para o Brasil”, organizado pela Associação Rio Vamos Vencer no Hotel Fairmont Copacabana.

Para Patrícia, a iniciativa é mais um importante passo para aumentar a sensação de segurança dos turistas que visitam o Rio. “As câmeras da Prefeitura estão mais voltadas para monitorar o trânsito, não a segurança pública. Por isso a integração dos equipamentos dos hotéis ao sistema da Polícia será muito bem-vinda para que possamos ser mais eficientes e inteligentes no combate à criminalidade na região, que é baixa, ressalte-se”, disse a delegada. A integração deverá ser efetivada nos próximos dias.

Também presente ao evento, o Tenente Coronel Róbson Arouche Martins Cardeal, Comandante do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas, informou que será criado o “Corredor Turismo Seguro”. Uma viatura do batalhão fará uma ronda diária pelos hotéis do circuito turístico da cidade. O projeto começará por Copacabana. O próximo passo será levar a ação a São Conrado. “O objetivo desse programa é agilizar o atendimento e apoio a turistas que sofrem assaltos ou outro tipo de violência na região turística do Rio”, disse o oficial.

Presidente da Associação Rio Vamos Vencer, Marcelo Conde comemora as medidas. Mas diz que outras ações precisam ser tomadas para que o Rio retome o protagonismo turístico perdido nos últimos anos. “É preciso que as autoridades sejam mais enérgicas no combate aos ambulantes ilegais que atuam na Orla. Sabemos que muitos são parceiros dos criminosos que cometem delitos na região. Seria necessário também limitar a lotação das praias nos finais de semana. Com isso teríamos uma orla mais confortável, ordenada e segura para o carioca e os turistas que visitam nossa cidade”, afirmou Conde.


LEIA TAMBÉM:

Com nova marca, Bondinho do Pão de Açúcar ganhará tirolesa gigante  

Alerj aprova redução de ICMS para biogás e biometano

Setor de serviços segue confiante com economia no próximo trimestre


/