Polícia terá novo plano de segurança para Linha Vermelha | Diário do Porto

Segurança

Polícia terá novo plano de segurança para Linha Vermelha

A informação foi revelada por Gustavo Tutuca, secretário estadual de Turismo. Tecnologia e inteligência darão suporte para patrulhamento na Linha Vermelha

8 de outubro de 2021


Tecnologia e inteligência serão pilares do novo plano de segurança da Linha Vermelha (Marcos de Paula/Prefeitura do do Rio de Janeiro)


Compartilhe essa notícia:


Durante a live da Alerj em que a Frente de Defesa do Galeão foi anunciada, o secretario de turismo do Rio, Gustavo Tutuca, revelou que nos próximos 15 dias a Polícia Militar irá anunciar um novo plano de policiamento para Linha Vermelha. A informação foi passada ao secretário pelo novo Comandante da Corporação, coronel Luiz Henrique Marinho Pires. Segundo Tutuca, o novo sistema priorizará o uso de tecnologia e inteligência, ferramentas que darão suporte para os policiais do Batalhão de Vias Expressas, responsável pela segurança nas maiores vias da cidade.

A sensação de insegurança na Via foi apontada por muitos participantes da live como um dos principais gargalos e riscos para o crescimento do Galeão. A crítica mais contundente foi de José Antonio do Nascimento Brito, presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Segundo Brito, o esquema atual de policiamento é falho e colabora para que assaltos e outros crimes sejam praticados na Via. “Esse esquema de segurança estática com PM parado vendo celular não funciona. Precisamos de um patrulhamento ostensivo por todo o trajeto da Linha Vermelha para aumentar a percepção de segurança de quem vai ao Galeão”, disse Brito

Novas lâmpadas melhoram segurança da Linha Vermelha

Enquanto o novo sistema não entra em operação, a Prefeitura do Rio vem melhorando a iluminação na Linha Vermelha. Por meio de uma Parceria Público Privada, a RioLuz vem trocando antigas lâmpadas de vapor de sódio por modernas luminárias de LED, o que aumenta a visibilidade e diminui o custo e o consumo de energia. O serviço na Via Expressa começou em julho. Cerca de duas mil lâmpadas serão instaladas e 36 mil metros de cabo substituídos. Na cidade, o Programa Luz Maravilha já trocou 137 mil luminárias. A meta era instalar 90 mil até dezembro.


LEIA TAMBÉM:

Fábrica de Startups cria programa para setor de óleo e gás

Prefeitura lança painel 3D para monitorar Reviver Centro

Frente de Defesa do Galeão vai a Brasília, dia 22