Pezão vai decidir se VLT deve aceitar bilhete único | Diário do Porto


Mobilidade

Pezão vai decidir se VLT deve aceitar bilhete único

Tarifa integrada que já beneficia hoje os usuários de ônibus, metrô, trens e barcas pode valer também para o Veículo Leve sobre Trilhos. Projeto aprovado pela Alerj nesta terça-feira (28) segue para aprovação ou veto do governador Luiz Fernando Pezão em até 15 dias

28 de agosto de 2018

VLT na Parada dos Navios (VLT/Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


VLT pode receber bilhete único
Integração do VLT com outros modais é reinvindicação de trabalhadores e frequentadores do Porto (Divulgação)

Reivindicação de muitos moradores e trabalhadores do Centro e Região Portuária, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) pode ser incluído no Bilhete Único Intermunicipal, a tarifa integrada que já beneficia hoje os usuários de ônibus, metrô, trens e barcas.

O texto foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta terça-feira (28), em discussão única. A proposta seguirá para o governador Luiz Fernando Pezão, que tem até 15 dias úteis para sancionar ou vetar. Atualmente, o valor da passagem do VLT é de R$ 3,80.

Procurada pelo DIÁRIO DO PORTO, a assessoria da concessionária VLT Carioca, que administra o novo modal, informou que “aguarda a sanção do projeto para qualquer manifestação sobre o tema”.

A medida é prevista pelo projeto de lei 3.696/17, dos deputados Marcelo Simão (PP), Osório (PSDB), Dionísio Lins (PP) e Comte Bittencourt (PPS), que altera a Lei 5.628/09, responsável por criar a tarifa.

“Naquela época em que o Bilhete Único foi instituído, ainda não existia o modal VLT. Sendo assim, este projeto pretende atualizar a lei e beneficiar milhares de usuários fluminenses, que ficaram alijados desse tipo de transporte público”, argumentam os autores.

Fonte: Alerj


/