Petrobras investirá US$ 13 bi na Bacia de Campos até 2025 | Diário do Porto


Petróleo e Gás

Petrobras investirá US$ 13 bi na Bacia de Campos até 2025

Valor investido pela Petrobras na Bacia de Campos se soma a outros R$ 13 bilhões aportados pelas novas petroleiras que operam no litoral fluminense

17 de agosto de 2021

Petrobras e petroleiras vão investir mais de R$ 80 bi na Bacia de Campos (Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Até 2025, a Petrobras prevê investir US$ 13 bilhões em negócios na Bacia de Campos, sobretudo na revitalização de campos de petróleo já em operação. Simultâneamente, empresas que adquiriram lotes antes operados pela estatal têm promovido uma dinamização do setor de óleo e gás e perspectivas de incremento nas economias locais.

Pelo menos seis novas empresas passaram a atuar na região, com perspectivas de alavancar a produção. O aumento da produção vai gerar maior retorno para a sociedade por meio de tributos, royalties, participações especiais, empregos e dividendos. Segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), quatro das empresas que compraram ativos na região já apresentaram planos de desenvolvimento que somam R$ 13,2 bilhões.


LEIA TAMBÉM:

Vassouras recebe 1º Fórum Regional de Turismo do Rio

“Sesc RJ na Estrada” mostra o Museu Duas Rodas, em Visconde de Mauá

O Palácio Gustavo Capanema é nosso!


Petrobras vende ativos em cinco campos

Para investir na revitalização de seus campos na Bacia de Campos a Petrobras tem realocado investimentos por meio da gestão ativa de portfólio, que dentro de seus objetivos é estar em negócios compatíveis com o tamanho da Petrobras. Com isso, a empresa tem focado nos ativos com potencial de gerar mais valor no médio e no longo prazo e possibilidade de maior lucratividade. Na região, essa realocação estratégica de investimentos já acumula cerca de US$ 3,7 bilhões obtidos com a venda de ativos como 50% do Campo de Tartaruga Verde e Espadarte, Campo de Frade, Polo Pampo, Polo Enchova e Polo Pargo.

Outro aspecto positivo dessa estratégia é que com novos donos, esses ativos têm recebido investimentos para potencialização da produção e consequente retorno para a sociedade por meio de tributos e participações. Ou seja, maior produção significa maior retorno para a sociedade. No regime de concessão, as participações governamentais são compostas pelos bônus de assinatura, pelos royalties, pela participação especial e pelo pagamento pela ocupação ou retenção de área além dos tributos normais sobre as atividades empresariais como ICMS, ISS, PIS, Cofins, IRPJ, CSSL, entre outros. Em 2020, a Petrobras pagou R$ 32 bilhões em Participações Governamentais, totalizando R$ 244 bilhões nos últimos seis anos



Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0