Petrobras dará até R$ 10 milhões para ideias inovadoras | Diário do Porto

Petróleo e Gás

Petrobras dará até R$ 10 milhões para ideias inovadoras

Poderão participar startups e pequenas empresas com soluções para petróleo, gás e energia. A iniciativa da Petrobras tem a cooperação do Sebrae e da Firjan

9 de julho de 2019


China é o principal destino do Petróleo do Rio, com participação de 58% (Foto: Agência Brasil / Tania Rêgo)


Compartilhe essa notícia:


Até 10 projetos de pequenas empresas inovadoras na área de petróleo serão selecionados para participar do programa Petrobras Conexões para Inovação. Os escolhidos receberão financiamentos de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, para desenvolver suas ideias.

Poderão participar do programa startups, micro e pequenas empresas, instituições de ciência e tecnologia, que trabalhem com soluções para os negócios de petróleo, gás natural e energia. A iniciativa é realizada em cooperação entre a Petrobras, Sebrae Nacional e Sebrae RJ, com apoio da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

As inscrições abrem em 1 de agosto e podem ser feitas até o dia 5 de setembro, no site doSebrae, onde é possível também obter mais informações sobre o edital de concorrência. Neste primeiro ano, o total dos financiamentos pode chegar a R$ 10 milhões.

Os interessados terão que apresentar propostas para desafios técnicos de interesse da Petrobras, nas seguintes linhas temáticas: captura, utilização e armazenamento de carbono, energias renováveis, corrosão, nanotecnologia, novas tecnologias e catalisadores.


LEIA TAMBÉM:

Fábrica de Startups abre as portas no Porto

Arquiteto Sérgio Magalhães propõe mobilização pelo Rio

Circuito Oriente: +7 razões para ir a Santa Teresa


As empresas selecionadas terão até 24 meses para desenvolver seus projetos. Na seleção, serão avaliados o impacto da solução proposta para o negócio da Petrobras, a consistência e a viabilidade do projeto, incluindo sua facilidade de implantação, a capacidade técnica da equipe, o grau de inovação, o nível de maturidade tecnológica e o potencial de ganho de escala.

Além disso, os interessados terão suporte dos Institutos de Inovação (ISIs) da Firjan SENAI para o desenvolvimento de suas ideias e participarão do Programa de Empreendedorismo Tecnológico, aplicado pelo Sebrae-RJ, que tem como objetivo promover a competitividade das empresas.

A gerente de Petróleo, Gás e Naval da Firjan, Karine Fragoso, estima que “nos próximos 6 ou 7 anos, teremos algo em torno de R$ 30 bilhões em recursos a serem investidos em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação”.

Ela destaca o avanço do mercado nos últimos anos. “A partir de 2017, tivemos 71 áreas arrematadas, sendo 70% offshore, e desse resultado, quase 30% na área de pré-sal. Tivemos todas as grandes operadoras de petróleo se apresentando em busca de diversificar seu portfólio. Só de bônus de assinatura foram US$ 7 bilhões”, analisa Karine, que também é diretora-geral da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP).