Penedo será Polo Cultural, Histórico, Turístico e Gastronômico | Diário do Porto

Turismo

Penedo será Polo Cultural, Histórico, Turístico e Gastronômico

Reconhecimento do status pela Alerj facilitará recuperação e preservação do patrimônico cultural e material de Penedo. Projeto vai à sanção de Castro

26 de março de 2021
O centrinho da festeira Penedo: pólo turístico do Estado (Foto divulgação)


Compartilhe essa notícia:


O simpático distrito de Penedo, em Itatiaia, está prestes a ser oficialmente reconhecido como Polo Cultural, Histórico, Turístico e Gastronômico. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em discussão única o projeto de lei 1.821/20, dos deputados Lucinha (PSDB) e Gustavo Tutuca (MDB). Agora só falta o governador Cláudio Castro sancionar, em prazo de 15 dias úteis.

A lei autoriza o governo estadual a incentivar, com a participação dos municípios e da iniciativa privada, a promoção do local, visando a catalogação e a recuperação do patrimônio cultural, histórico, gastronômico e turístico existente; a recuperação e a conservação do patrimônio material; o ordenamento público, a melhoria dos serviços de saneamento básico e urbano e a recuperação e manutenção das diversas modalidades de transporte interno existentes.

Deputada Lucinha
Deputada Lucinha é autora do projeto com Gustavo Tutuca

A mudança facilita a divulgação nos veículos de comunicação oficial do Estado do calendário dos eventos culturais e artísticos de Penedo, assim como a formação e a capacitação de mão de obra local para o atendimento turístico e a defesa do meio ambiente, com ordenamento urbano.

 


Leia também:

Secretário de Turismo preserva trens do Corcovado: história protegida

Nissan paralisa produção em Resende

Mapeamento busca negócios sustentáveis na Baía de Guanabara


 

Conhecida como uma colônia finlandesa, Penedo possui características que remetem ao país do Papai Noel. Tem pousadas charmosas, rios, cachoeiras e um polo gastronômico e cultural. Há grandes atrações turísticas nos arredores, como o Parque de Itatiaia e as vilas de Visconde de Mauá.

A vila fica a 156 quilômetros da cidade do Rio e a 260 de São Paulo. Tem um público diversificado de turistas, de casais em romance a famílias e amantes da natureza. Cachoeiras, passeios de jipe, trilhas, artesanato e paisagens bucólicas são alguns dos atrativos. Fica no pé da Serra da Mantiqueira e a 30 quilômetros de Visconde de Mauá, mais no alto das montanhas.

As tradições finlandesas estão no Museu Eva Hilden. No centrinho, a área conhecida como Pequena Finlândia tem restaurantes, pousadas, lojas de decoração, artesanato e chocolates – e, claro, uma casinha de Papai Noel.