Parque Nacional de Itatiaia faz 82 anos e ganha terras | Diário do Porto


Sustentabilidade

Parque Nacional de Itatiaia faz 82 anos e ganha terras

Novas terras regularizadas somam mais 1.075 hectares. Criado por Getúlio Vargas, o Parque Nacional registrou 5 graus negativos, há um mês

28 de junho de 2019

Parque Nacional de Itatiaia, criado em 1937, é o primeiro do Brasil (foto: ICMBio)

Compartilhe essa notícia:


Junho é tempo de festa para quem defende a preservação ambiental. Nesse mês, em 1937, foi criado o primeiro Parque Nacional do Brasil, em Itatiaia (RJ), modelo para os outros 72 do país.

E o Parque Nacional de Itatiaia chega aos 82 anos com boas notícias: mais 1.075 hectares estão sendo incorporados a sua área regularizada, por meio de compra de novas terras, doação e compensações ambientais. A área total ultrapassa os 28 mil hectares, o que  equivale a 28 mil campos de futebol.

Localizado na Serra da Mantiqueira, o parque é o lugar do Estado do Rio de Janeiro em que se registram algumas das menores temperaturas do país e, eventualmente, até neve. Há um mês, os termômetros chegaram a marcar 5 graus negativos em suas partes mais altas.

O parque é formado por terras dos municípios de Itatiaia e Resende, no Estado do Rio, e Bocaina de Minas e Itamonte, em Minas Gerais. Possui altitudes que variam de 600 a 2.791 metros, no Pico das Agulhas Negras, o quinto mais alto do Brasil.

Em seus campos de altitude, estão as nascentes de vários rios, que vão contribuir para duas grandes bacias principais: a do rio Grande, afluente do rio Paraná, e a do rio Paraíba do Sul, principal fonte de abastecimento do Estado do Rio.


LEIA TAMBÉM:

APA Guapimirim: 35 anos de luta pela Baía de Guanabara

Novo mural no Porto homenageia movimento LGBT

Think Rio ESPM: o Rio renascerá no Porto, onde começou


O Parque pode ser visitado em todos os dias do ano, mas durante o inverno se recomenda agasalhos apropriados para baixas temperaturas, principalmente nas maiores altitudes.

O horário de funcionamento é diferente para as partes baixa e alta. Na parte baixa, o funcionamento vai das 8h às 17h, ou 16h nas cachoeiras do Complexo do Maromba. Na parte alta, o horário para ingresso vai das 7h às 14h, com fechamento às 17h.

Para ter acesso à sede do Parque, o visitante que sair do Rio ou de São Paulo deve seguir até o km 318 da Via Dutra (BR 116),  na cidade de Itatiaia.

A história do Parque remonta ao século 19, quando boa parte pertenceu ao Barão de Mauá, um dos maiores empresários da história do Brasil. Em 1908, a área foi comprada pela Fazenda Federal, para a criação de duas colônias de cultivo de frutas. Em 1913, foi feita a primeira solicitação ao Governo Federal para que suas terras se tornassem um parque nacional, o que acabou ocorrendo sob Getúlio Vargas, nas vésperas do Estado Novo.

Quem quiser conhecer melhor o parque pode obter mais informações aqui, no site do ICMBio, que administra a área.


/