Paes pede para entrar no GT da licitação do S. Dumont | Diário do Porto


Economia

Paes pede para entrar no GT da licitação do S. Dumont

Eduardo Paes enviou ofício ao Governo Federal solicitando participação da Prefeitura no grupo de trabalho da licitação do Santos Dumont

25 de janeiro de 2022

Prefeitura do Rio pediu para entrar no grupo de trabalho da licitação do Santos Dumont (foto: Reprodução da Internet)

Compartilhe essa notícia:


O Ministério da Infraestrutura recebeu no final da tarde de ontem ofício da Prefeitura do Rio de Janeiro solicitando participação no Grupo de Trabalho que debate alterações no edital de licitação do Aeroporto Santos Dumont. Assinado pelo Prefeito Eduardo Paes, o documento requer a inclusão de representantes de diversos órgãos municipais, entre os quais as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação; Transportes; Turismo; Meio Ambiente e da Invest.Rio, a agência de fomento do município do Rio de Janeiro S/A. O requerimento não informa quais são os nomes que representarão cada um dos órgãos indicados.

O Ministério da Infraestrutura irá agora analisar a solicitação. Mas não deve impor restrições ao pedido. No máximo deve pedir que a Prefeitura reduza o número de participantes solicitado. “Não é intenção do Governo Federal vetar participação de qualquer representante ou entidade que tenha relação com o tema e possa contribuir, e que tenha requerido formalmente ingresso no referido GT. Assim, aquelas que já formalizaram seu pedido devem se unir aos trabalhos nos próximos dias”, respondeu em nota a assessoria da pasta em nota do DIÁRIO DO PORTO.

GT da licitação realizou duas reuniões

Com o ingresso da Prefeitura, o GT da licitação do Santos Dumont conta com a presença de representantes do Ministério da Infraestrutura, Agência Nacional de Aviação Civil, Secretaria Nacional de Aviação Civil, Associação Comercial do Rio de Janeiro, Firjan, Secretaria Estadual de Transportes, Casa Civil do Governo Estadual, Fecomércio RJ, Grupo de Consultores em Aeroportos e Marinha do Brasil. Os pedidos de entrada da Concessionária GRU Airport (Aeroporto de Cumbica), Consórcio Inframérica Aeroportos (Aeroporto de Brasília) ainda estão sob análise dos membros do GT

Até o momento o grupo realizou duas reuniões – uma na quarta-feira da semana passada e outra ontem. Apesar de ser assunto de interesse público, a imprensa não foi autorizada a acompanhar os trabalhos.


LEIA TAMBÉM:

Coalizão Rio debate inovação com Carlos B. Gerdau Johannpeter

Montanha de resíduos tóxicos ameaça Paraíba do Sul

Opereta infantojuvenil estreia no CCBB RJ


/