Paes anuncia R$ 20 milhões para audiovisual e RioFilme | Diário do Porto


Cinema

Paes anuncia R$ 20 milhões para audiovisual e RioFilme

Plano da Prefeitura para RioFilme traz uma série de ações com investimentos e reestruturação do setor audiovisual na cidade

17 de agosto de 2021

Paes apresenta plano para reestruturação do audiovisual carioca ((Foto BETH SANTOS)

Compartilhe essa notícia:


O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou nesta terça-feira (17/08) o Plano de Retomada do Audiovisual Carioca, um pacote de investimentos com uma série de medidas para recuperar e fortalecer o setor na cidade por meio da RioFilme, empresa que integra a Secretaria de Governo e Integridade Pública (SEGOVI). As ações preveem investir ainda neste ano, por meio de editais, R$ 20 milhões nas áreas de produção, finalização e desenvolvimento de projetos para o cinema, TV, ações locais e games.

No orçamento do Plano de Retomada também foram garantidos recursos para a realização de eventos, mostras e festivais de cinema, em um total de R$ 3.750.000,00. O restante, R$ 16.250.000,00, serão destinados aos demais editais.

Entre as premissas para participar dos editais há regras como: as empresas interessadas devem estar há pelo menos dois anos funcionando com sede na cidade do Rio, 70% dos recursos recebidos por meio dos editais devem ser gastos no município e os investimentos devem começar a ser utilizados ainda em 2021.

Outra medida é a consolidação da RioFilme, por meio da Rio Film Commission (RFC), como porta de entrada para quem filma no Rio. Isso é amparado em um decreto assinado nesta terça-feira pelo prefeito, que amplia as competências da RioFilme, fazendo da empresa a centralizadora dos trâmites de liberação de filmagem na cidade, com a implementação de um sistema que agiliza, desburocratiza e dinamiza os processos de autorização de uso de locações públicas. O processo trará critérios e prazos definidos e será mais eficiente e transparente. As novas regras entram em vigor em 60 dias, contados a partir da data da publicação do decreto.

A ideia é tornar a RFC mais ágil e desburocratizada no papel de centralizadora entre os agentes que autorizam e fazem a gestão de locações para as filmagens no Rio, concentrando em uma única porta de entrada (Sistema da Rio Film Commission), os pedidos de autorização para filmagem em: vias e equipamentos públicos municipais, estaduais e federais.


LEIA TAMBÉM:

Petrobras investirá US$ 13 bi na Bacia de Campos até 2025

“Sesc RJ na Estrada” mostra o Museu Duas Rodas, em Visconde de Mauá

Sebrae Rio promove maratona digital empreendedora


Firjan e RioFilme assinam convênio

Durante a cerimônia de lançamento, foi anunciada também uma parceria entre a RioFilme e a Firjan, que concederá uma ampla consultoria à empresa municipal para a modernização de sua estrutura e definição de seu planejamento estratégico, que deve resultar, entre outras realizações, na criação de uma nova marca: a RioFilme+.

O Plano de Retomada traz também a criação de um conselho consultivo, o Conselho da RioFilme, um passo na direção da ampliação da participação do mercado audiovisual nas decisões da empresa. O conselho deverá reunir um grupo de sete notáveis representantes do setor audiovisual nas esferas pública e privada, sendo dois componentes da Prefeitura e cinco do mercado. O conselho terá o desafio de auxiliar a RioFilme na sua interlocução com o mercado e na condução de suas diretrizes.

 

 

 


/