Entretenimento

Orla Rio prepara “Recomeço ” para carioca voltar à praia

Projeto Recomeço, da Orla Rio, conta com mais de 3 mil pessoas envolvidas em plano para garantir a segurança na retomada à ‘nova praia’ carioca

3 de junho de 2020
Quiosque em Copacabana: Orla Rio se prepara para o novo normal (Alexandre Macieira/Riotur)

Compartilhe essa notícia:


Mesmo sem saber quando as atividades econômicas da cidade voltarão ao normal, empresas e instituições estão cheias de planos para o fim da pandemia. A Orla Rio é uma das que já começaram os planos e preparativos para a reabertura gradual. A empresa criou o Projeto Recomeço, com previsão de atuação de mais de 3 mil pessoas, entre operadores de quiosques, técnicos de saúde, profissionais de comunicação e funcionários, todos com objetivo de criar procedimentos de segurança para funcionários e clientes.

“Não sabemos quando poderá acontecer, mas queremos deixar tudo pronto para esse retorno, fazendo todas as adaptações necessárias para receber os cariocas da melhor forma em nossos quiosques. Queremos que essa volta à praia, assim que liberada, seja da forma mais segura possível para todos os amantes desse nosso patrimônio e para quem vive dele. O momento é de ficar em casa e aguardar em segurança esse tão sonhado regresso”, diz João Marcello Barreto, presidente da Orla Rio.

O projeto conta com o expertise da infectologista Adélia Marçal, mestre em doenças infecciosas e especialista em dinâmicas de transmissão de doenças, e com um estudo sobre os mais de 300 quiosques administrados pela empresa, focando nas mudanças funcionais e estruturais dos mesmos. Será feita também uma pesquisa com os quiosqueiros, levando em conta o que pensam sobre os riscos e ameaças do novo coronavírus ao negócio e à saúde. 

 


LEIA TAMBÉM:

Hotelaria nacional priorizará turismo interno no pós-pandemia

Porto Maravilha faz Caixa e Prefeitura brigarem na Justiça

Docas ganha isenção de impostos para modernizar portos


 

A infectologista ressalta que, por agora, é preciso ficar em casa e proteger um ao outro para que as unidades de saúde ainda possam atender os doentes. O tempo que resta de quarentena, segundo ela, é precioso para preparar a volta ao normal. “É possível e sabemos como tornar a orla do Rio mais segura, para que todos possam voltar à praia com mais segurança no momento certo. Com conhecimento técnico, colaboração, escuta, boa comunicação e a enorme saudade que temos da praia, construiremos um novo estilo, seguro, de viver a orla”, pondera a infectologista. 

Assim que os estudos forem concluídos, a Orla Rio começará a pôr em prática um plano de ação, visando a reabertura de algumas atividades com o foco em segurança. Para reduzir ao máximo o contato entre as pessoas, algumas práticas a serem adotadas são a digitalização dos cardápios de todos os quiosques e a capacitação dos quiosques para receber o pagamento por celular.

Orla Rio terá álcool em gel acionado pelos pés

A empresa se responsabilizará por distribuir totens de álcool em gel, que serão acionados pelos pés, e placas que visam orientar e sinalizar sobre o distanciamento desejado. Para evitar aglomerações em banheiros para lavar as mãos, a Orla Rio sugeriu a implementação de pias portáteis também acionadas pelos pés nos quiosques e nos 27 postos de salvamento da orla.

A empresa já contava com ações de preservação e manutenção junto aos quiosques, mas, desde a pandemia, ela tomaram outra dimensão. Uma das mudanças foi a restauração de danos causados pelas ressacas,  limpeza, obras e pinturas. O trabalho foi feito por equipes da Orla Rio, com os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados pelo Ministério da Saúde.

Site da Orla Rio terá SAC

Treinamento dos operadores, com vídeos explicativos sobre a “nova normalidade”, também faz parte das pautas do Projeto Recomeço, assim como a distribuição de cartilhas sobre as práticas desejadas e a criação de um SAC no site da empresa para sanar dúvidas sobre a nova prática praieira. 

Na preparação para a retomada, a Orla Rio aposta também no digital. A hashtag #SaudadeDaPraia visa resgatar lembranças positivas. E logo virá o movimento #VoltaPraPraia para informar sobre os cuidados na nova realidade da orla carioca.