Ocupação do Novotel Porto Atlântico cresce 206% | Diário do Porto

Turismo

Ocupação do Novotel Porto Atlântico cresce 206%

Desempenho do Novotel agrada investidores que compraram quartos no empreendimento. Possível vinda do Bradesco Seguros para o Porto Atlântico anima o mercado

23 de setembro de 2019
Novotel Porto Atlântico teve ocupação de 69% no último mês de julho

Compartilhe essa notícia:


Investidores que possuem participação no Novotel, no Porto Atlântico, mostraram ao DIÁRIO DO PORTO relatórios que comprovam uma expressiva melhora no negócio. Para se ter uma ideia, a taxa de ocupação dos quartos cresceu 206%, quando se compara o último mês de julho com igual período do ano passado.

O Novotel é uma bandeira do grupo francês Accor Hotels. No último mês de fevereiro, o grupo venceu a concorrência para continuar à frente da operação hoteleira no Porto Atlântico, moderno conjunto empresarial e comercial no Santo Cristo, no Porto Maravilha.

Na época, apresentaram estudos apontando sinais de melhora na economia do Rio de Janeiro, principalmente com a volta de investimentos no setor do petróleo, que deveriam ter reflexos positivos no setor hoteleiro e, por consequência, na operação do Novotel Porto Atlântico.

De fato, as previsões se cumpriram. Nos relatórios vistos pelo DIÁRIO DO PORTO, houve um crescimento das receitas entre maio e julho, da ordem de 54%. A taxa média de ocupação no mês de julho chegou a 69%, entre as segundas e sextas-feiras. E o RevPar (Receita por Apartamento Disponível) passou de 59%, em maio, para 101%, em julho.


LEIA TAMBÉM:

As ideias de Tarquínio de Almeida, novo comandante do Porto

Caixa libera recursos para túneis do Porto Maravilha

Tristeza não tem fim? Pode ser depressão


Os investidores, que são proprietários dos quartos operados pelo Novotel Porto Atlântico, disseram que o Relatório de Desempenho apresentado mostrou boas perspectivas, que permitem acreditar na recuperação do mercado e recomposição de perdas do passado.

As boas notícias para quem acreditou no negócio se tornaram ainda mais consistentes com outras duas informações sobre o Porto Atlântico, reveladas pelo DIÁRIO DO PORTO. A primeira, sobre a compra pelo Bradesco das unidades que ainda estavam nas mãos da OR, empresa do grupo Odebrecht. A segunda, mostrando a intenção do Bradesco Seguros de ocupar parte da torre de lajes empresarias do complexo do Santo Cristo.

As duas novidades devem incentivar a ocupação das demais unidades comerciais do Porto Atlântico, trazendo a circulação diária de novos trabalhadores e visitantes nas quatro torres e no mall do conjunto. Isso tudo deve estimular a busca das instalações do hotel para hospedagem de negócios e turismo.

Grupo Francês

De origem francesa, a Accor está presente em 94 países, administrando cerca de 3.700 hotéis. Atuando no Brasil há 40 anos, a empresa tem operações em 129 cidades, ocupando o primeiro lugar no ranking das cadeias hoteleiras, com 300 hotéis e cerca de 50 mil quartos, sob várias marcas, entre elas Ibis, Novotel, Mercure e Sofitel.

O presidente das operações da Accor na América do Sul, Patrick Mendes, realizou uma reestruturação da empresa recentemente para manter o ritmo de crescimento no mercado da região, na qual ocorre também a expansão de concorrentes. Entre os grupos que fazem investimentos nos países sul-americanos estão Wyndham, IHG, Marriot e Best Western.