O Trem do Corcovado e os 90 anos do Cristo Redentor! | Diário do Porto

Artigo

O Trem do Corcovado e os 90 anos do Cristo Redentor!

Em artigo ao DIÁRIO DO PORTO, Sávio Neves, presidente do Trem do Corcovado, fala da histórica relação entre a ferrovia e o aniversariante do dia, o Cristo Redentor

11 de outubro de 2021


Trem do Corcovado e Cristo Redentor: dois ícones do Rio do Janeiro e do Brasil (divulgação/Trem do Corcovado)


Compartilhe essa notícia:


 

Sávio Neves, presidente do Trem do Corcovado

 

Neste ano, a primeira ferrovia turística do Brasil completa 137 anos de uma linda saga de conquistas e desafios. No dia 9 de outubro de 1884, o Imperador Dom Pedro II inaugurava trecho inaugural da ferrovia que ligava Cosme Velho-Paineiras, hoje conhecido como Trem do Corcovado, localidade onde também era inaugurado, no mesmo dia, o Hotel das Paineiras.

No ano seguinte, se completaria o trecho com 3829 metros, ligando o Cosme Velho ao Alto do Corcovado, onde havia um singelo caramanchão de estrutura de Ferro fundido inglês, chamado Chapéu de Sol, muito procurado para bucólicos piqueniques na natureza. A complexa obra, primeira e então única ferrovia de cremalheira no Brasil, com a maior inclinação do mundo – 30% – foi realizada pelos competentes engenheiros Francisco Pereira Passos e João Teixeira Soares, os pioneiros Concessionários da ferrovia. O primeiro, anos depois foi um notável prefeito do Rio no início do Século XX, com grandiosas obras de urbanização da cidade.

Em seguida, com a chegada da energia elétrica ao então Distrito Federal, capital do País, a distribuidora de energia elétrica inglesa Light and Power ganha a concessão pública de todas as linhas de bondes elétricos do Rio rasgando o solo carioca para instalar centenas de quilômetros de trilhos onde circularam os bondes da época, símbolo da modernidade que chegava no Brasil Republicano. Neste pacote, assumiram também a Estrada de Ferro do Corcovado, que inicia sua operação no Bairro do Cosme Velho, onde ficava a Estação Terminal Águas Férreas.

Assim, em 1910, a Light substitui as velhas locomotivas com caldeira a vapor que levavam 50 minutos pra atingir a antiga Estação do Silvestre, no meio da Floresta da Tijuca. Dali, até o alto do Morro do Corcovado, denominado Pináculo da Tentação, seriam outros 50 minutos, uma verdadeira aventura dentro da Floresta que abriga o Rio Carioca e era até então o único manancial de abastecimento de água do Rio, chegando na cidade baixa pelo aqueduto, hoje conhecido como Arcos da Lapa.

Setenta milhões de passageiros e emoções

Quase 50 anos depois do início da operação ferroviária, a Arquidiocese do Rio de Janeiro inaugurava o Monumento ao Cristo Redentor. Esta obra Art Déco monumental só pode ser viabilizada porque ali existia a ferrovia que tornou possível transportar até o alto do Morro, durante os 6 anos da obra, todo material e mão /de obra necessários para sua construção. Até o Morro do Pão de Açúcar foi cogitado como a base para receber a homenagem. Porém, a escolha recaiu no Corcovado, única e exclusivamente por conta da ferrovia ali existente. Assim surgiu a máxima: “Se o Cristo subiu o Corcovado de Trem, porque você iria de carro?”.

São 137 anos com muitas histórias renovadas a cada dia, tendo neste período transportado mais de 70 milhões de pessoas de todo planeta, desde celebridades, autoridades, chefes de Estado, Reis, Rainhas e pessoas comuns e famosas que se emocionam com a “Curva do Oh… sem jamais ter havido qualquer acidente.

Todos nós que hoje temos o privilégio de aqui trabalhar, assumimos o dever de dar continuidade ao legado de Pereira Passos, representando todas as gerações de colaboradores que por aqui passaram.

Recém inauguramos a nova frota de trens, de quarta geração, embarcando o que existe de mais moderno da engenharia ferroviária no mundo, investimento privado de R$ 200 milhões, o maior investimento feito entre todas as Unidades de Conservação do Brasil de toda história.

Carregamos com muita honra e orgulho a bandeira da cultura ferroviária, mantendo com dedicação e determinação este Patrimônio carioca.

Sejam bem-vindos a bordo!

Vai começar a viagem para os próximos 137 anos!


LEIA TAMBÉM:

Cristo Redentor faz 90 anos. Confira a programação da festa

Sebrae Rio lança projeto inédito para mercado pet

CCBB comemora 32 anos com festa no Dia das Crianças