Música

O Terno encerra turnê no Circo Voador

O último show do álbum Melhor do Que Parece neste sábado (20) teve participação da cantora Letrux, um trio de metais e abertura de Ana Frango Elétrico

19 de outubro de 2018
O Terno se apresenta dia 20 de outubro no Circo Voador (Foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia em sua rede social:
O Terno se apresentou neste sábado, dia 20 de outubro, no Circo Voador (Foto: Divulgação)

Os cariocas tiveram a chance de se despedir do álbum ‘Melhor do Que Parece’, da banda O Terno, neste sábado (20), no Circo Voador. O mesmo palco que abrigou os dois últimos shows do grupo paulista na cidade recebeu novamente o espetáculo, desta vez com abertura de Ana Frango Elétrico e participação de Letrux e um trio de metais.

Após dois anos de estrada apresentando as canções dentro e fora do Brasil, a turnê do mais recente lançamento d’O Terno está chegando ao fim – com direito a um show no Lollapalooza Brasil no meio do caminho. Melhor do Que Parece (2016) foi eleito Melhor Disco do Ano pelo jornal ‘O Estado de S.Paulo’ e marcou presença nas principais listas especializadas.

Desde dezembro de 2016, Tim Bernardes (vocais, guitarra e teclado), Guilherme d’Almeida (baixo) e Biel Basile (bateria) resolveram incluir trompete, trombone e saxofone aos arranjos, o que deu ainda mais personalidade para as músicas.

Uma das integrantes do repertório é Não Espero Mais, atualmente na trilha sonora da novela ‘Malhação’. Seu videoclipe marcou dois dias entre os mais vistos do ‘YouTube Brasil’ quando foi lançado, em 2017, e venceu o Prêmio Multishow na categoria “Melhor Direção”. Além desta, destacam-se Ai, Ai, Como Eu Me Iludo, Volta e Culpa, premiado como Melhor Videoclipe no Prêmio da Música deste ano.

Elas dominam

Ana Frango Elétrico, que fez o show de abertura, é cantora, compositora, multi-instrumentista e artista visual. Lançou este ano seu álbum de estreia, Mormaço Queima. O trabalho é uma reunião de sete composições autorais. Suas referências vão de Teletubbies a Nickelodeon dos anos 2000, fazendo das músicas desenhos animados. “Uma bossa-pop-rock decadente”, como ela descreve. A carioca que, além de cantar, toca guitarra, sobe ao palco acompanhada de baixo e bateria.

Foi a segunda vez de Letícia Novaes, a Letrux, tocando com O Terno. “Eu sempre admirei muito a banda. A gente tocou juntos na festa do Cultura Livre, em 2012, e vi o quão geniozinhos e criativos os meninos são. Participar desta noite, pra mim, é pura diversão”, disse a artista. No ano passado ela lançou o bem-aclamado Letrux em Noite de Climão, vencedor do Superjuri do Prêmio Multishow como “Melhor Disco”.

  • Atualizado em 21 de outubro de 2018, às 13h50
Compartilhe essa notícia em sua rede social: