Novo edital do S.Dumont/Galeão pode ter propostas de GT extinto | Diário do Porto


Economia

Novo edital do S.Dumont/Galeão pode ter propostas de GT extinto

Com a licitação conjunta com Galeão, grupo de Trabalho do Santos Dumont será extinto. Propostas do coletivo podem ser aproveitadas no novo edital

16 de fevereiro de 2022

Nas próximas semanas, Ministério da Infraestrutura vai começar a trabalhar no edital da nova licitação do Galeão/Santos Dumont (foto: reprodução da Internet)

Compartilhe essa notícia:


Amanhã será realizada a última reunião do Grupo de Trabalho (GT) da licitação do Aeroporto Santos Dumont.  Como o Santos Dumont será leiloado em conjunto com o Galeão, chegou-se à conclusão de que o grupo havia perdido seu objeto e que seria melhor descontinuá-lo. Após a reunião de amanhã será produzido um relatório final que apresentará as conclusões do trabalho do colegiado.

Mas algumas ideias propostas e debatidas no grupo poderão ser incorporadas ao edital da nova licitação. Entre elas está a limitação do número de voos, 80 mil movimentos/ano (pousos e decolagens) e de passageiros, oito milhões/ano, além da manutenção da extensão atual das pistas do Santos Dumont, o que impediria que o aeródromo receba voos internacionais de longa distância.

Ministério inicia trabalhos na nova licitação do Galeão/Santos Dumont

O Ministério da Infraestrutura confirmou a dissolução do grupo e informa que nas próximas semanas irá começar a trabalhar na modelagem da 8ª rodada de concessões que licitará os dois maiores aeroportos do Rio de Janeiro, “Os próximos passos serão qualificar a relicitação do Galeão no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), seguida de chamamento, elaboração e seleção dos estudos que vão embasar a 8ª rodada. Depois de selecionados e aprovados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), esses estudos serão compartilhados para consulta pública, momento em que todos os interessados poderão novamente contribuir”, informou a pasta  em nota ao DIÁRIO DO PORTO.

No anúncio da licitação conjunta dos dois aeroportos, o ministro Tarcísio de Freitas disse esperar que a nova licitação seja realizada no segundo semestre de 2023. Até lá o Concessionária Changi, que abriu mão da concessão do Galeão, seguirá sendo o responsável pela operação do Internacional Tom Jobim.


LEIA TAMBÉM:

Rio teve menor gasto em conservação e infraestrutura desde 2016

Cacique e Bola Preta “esquentam” Carnaval na Cidade do Samba

RJ abriu 10% das novas empresas do Brasil em 2021


/