Nos trinta anos da ECO 92, Prefeitura lança Rio+30 Cidades | Diário do Porto


RIo +30

Nos trinta anos da ECO 92, Prefeitura lança Rio+30 Cidades

Nos trinta anos da Eco 92, Prefeitura lança nesta quarta-feira a Rio+30 Cidades, conferência mundial para desenvolvimento urbano e sustentável

29 de março de 2022

Prefeitura lança Conferência Rio +30 Cidades nesta quarta-feira no Museu do Amanhã (Rogério Santana/Governo RJ)

Compartilhe essa notícia:


O prefeito Eduardo Paes e os secretários de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, e Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, lançam oficialmente nesta quarta-feira no Museu do Amanhã a Rio+30 Cidades. A conferência sobre desenvolvimento urbano sustentável e inclusivo será realizada ao longo de três dias, entre 17 e 19 de outubro, e colocará o Rio de Janeiro como centro das discussões sobre desenvolvimento sustentável, desta vez focado em discutir o futuro sustentável das cidades.

RIo+30 Cidades quer ser a nova ECO 92

Segundo a coluna de Ancelmo Góis em “O Globo”, a ideia de Paes é trazer para o Rio autoridades, ativistas e investidores da economia verde e energia limpa do mundo inteiro assim como aconteceu na ECO 92, a primeira grande conferência mundial sobre clima e meio ambiente. Trinta anos depois este novo evento conta com o apoio da Firjan e da Fiesp.

Ano passado a Prefeitura anunciou seu Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática da Cidade que estabelece uma série de ações para tornar o Rio mais sustentável e ambientalmente saudável para sua população. As metas do PDS estão alinhadas com a Agenda 2030 e o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 11 da Organização das Nações Unidas, que trata das Cidades e Comunidades Sustentáveis. O PDS da Prefeitura do Rio pretende atingir os seguintes objetivos até 2030:

– 100% dos bairros do Rio com coleta seletiva

– 100% das cooperativas de reciclagem legalizadas

– 90% de taxa de cobertura de esgoto

– 80% de resíduos orgânicos encaminhados para compostagem

– Duplicar a produção de alimentos do programa Hortas Cariocas

– 300 quilômetros de vias e espaços públicos revitalizados

– Ninguém morando em áreas de alto risco de inundações

– 50% de redução na inadequação habitacional


LEIA TAMBÉM:

Recurso bilionário do Fundo Soberano pode ir para gás, energia e fertilizantes

Pescadores protestam contra morte de peixes em lagoas da Barra

Ilha do Brocoió: o paraíso esquecido da Baía de Guanabara

 

 

 


/