Nobre Bar e Grill será o novo restaurante do AQWA | Diário do Porto


Gastronomia

Nobre Bar e Grill será o novo restaurante do AQWA

Novo estabelecimento do AQWA servirá brunch e terá happy hour. VLT fará transferência de linha para encurtar tempo de viagem do edifício até o Centro

27 de agosto de 2021

AQWA Corporate terá novo restaurante com brunch e happy hour (foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O Nobre Bar e Grill será o novo restaurante do AQWA Corporate, o mais moderno condomínio comercial do Rio de Janeiro. Seus proprietários têm experiência no ramo. São donos de uma casa no centro da cidade. A grande novidade é que o novo estabelecimento não funcionará apenas no almoço. Servirá brunch à tarde e ficará aberto do happy hour em diante, sendo a nova opção para aquele chope ou drinque no pós-expediente.

O Nobre Bar e Grill é o terceiro empreendimento gastronômico que fecha contrato nas últimas semanas com a Tishman Speyer, a gestora do condomínio empresarial. Com isso se juntará ao Filé e Folhas e ao Quiosque do Pepê como as mais novas alternativas gastronômicas para funcionários, colaboradores e clientes das empresas instaladas no edifício. Agora só há um espaço disponível para locação no térreo do empreendimento.


LEIA TAMBÉM:

Museu do Amanhã vence Prêmio José Reis

Porto pode ser a “casa” dos nômades digitais no Rio

Josier Vilar: após o susto, bom senso prevalece no Rio


AQWA vai ficar mais “perto” do Centro

E quem quiser dar aquela esticada no Nobre Bar e Grill terá uma boa notícia. A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto (Cdurp) solicitou ao VLT uma adaptação na linha para encurtar o tempo de viagem até o Centro. Com isso, quem embarca na estação do transporte em frente ao AQWA não precisará mais ir até a Rodoviária para viajar no sentido contrário. Será implantada uma transferência direta para a linha 2, que tem destino final na Praça XV, ponto de saída e chegada das barcas que atendem Niterói e Paquetá. O objetivo da alteração é justamente atender aos funcionários da concessionária Enel, que desembarca no AQWA nos próximos dias. A empresa tinha sede na ex-capital fluminense e a maior parte de seus funcionários reside naquela cidade.

Com a chegada da Enel, o AQWA deve receber um público médio diário de duas mil pessoas. No pós-pandemia, a expectativa é que esse número bata na casa dos cinco mil/dia.


/