No Dia do Hoteleiro, DIÁRIO lança guia de hotéis do Porto | Diário do Porto

Turismo

No Dia do Hoteleiro, DIÁRIO lança guia de hotéis do Porto

Alfredo Lopes, presidente da Associação de Hotéis do Rio, fala sobre a expectativa para o Reveillon e demonstra otismo com as primeiras declarações do governador eleito, Wilson Witzel

9 de novembro de 2018




Compartilhe essa notícia:


Em homenagem ao Dia do Hoteleiro, o DIÁRIO DO PORTO publica, no Guia Maravilha, uma lista de hotéis e pousadas localizados nos bairros da Região Portuária. Assim, esperamos ajudar a orientar não só os turistas, mas também os frequentadores de atrações turísticas, culturais e gastronômicas. Para ver a listagem, clique aqui.

Hotel Porto Maravilha by Marriot
Hotel Porto Maravilha by Marriot (divulgação)

Uma cidade se torna especialmente querida pelos turistas quando tudo nela é atraente e convidativo, especialmente a receptividade dos moradores. Muitas categorias profissionais fomentam a indústria do turismo, geradora de emprego e renda. Entre as mais decisivas neste processo está a dos trabalhadores nos hotéis.

Em 9 de novembro de 1936, foi realizado no Rio de Janeiro o primeiro congresso da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). Desde então, a data é uma oportunidade para refletir sobre a importância de todos os profissionais do setor, como camareiras, recepcionistas, concierges, gerentes etc.

O DIÁRIO DO PORTO procurou o incansável Alfredo Lopes, presidente da Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e do SindHotéis Rio, para medir a temperatura dos empresários em relação aos próximos quatro anos de governo Wilson Witzel. Encontramos o dirigente, como sempre, animado e disposto a lutar pela atração de turistas.

Alfredo Lopes diz que a nova gestão traz esperanças. Foi com otimismo, segundo ele, que os hoteleiros receberam as primeiras declarações do governador eleito. Nelas, Witzel destacou a importância do turismo e da cultura como ativos econômicos.

Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e SindHotéis Rio
Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e SindHotéis Rio (divulgação)

“Estamos cientes de sua preocupação em gerar empregos. E não temos tempo a perder. O Turismo é o setor que mais rapidamente reage e gera empregos, sendo fundamental para a retomada do desenvolvimento econômico fluminense”, afirmou o presidente das duas entidades representativas dos hoteleiros.

Alfredo Lopes ressaltou que a ABIH-RJ teve a oportunidade de entregar em mãos a Witzel o Plano Integrado para Desenvolvimento do Turismo no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se de um estudo feito pelo setor em parceria com os conventions bureaux dos municípios e a Secretaria de Estado de Turismo.

“O documento inclui propostas e pleitos para o fomento do turismo nos 92 municípios do estado de 2019 a 2022, com enfoques na Promoção dos Destinos, Segurança Pública, Infraestrutura e Legislação. Estamos confiantes e à disposição para iniciarmos uma nova fase mais próspera para a nosso estado”, disse Alfredo Lopes.

VEJA MAIS:

Simpatia, hotéis e gastronomia atraem estrangeiros ao Brasil

Hotel e Camarote Nº1: R$ 15 mil por casal

Sobre o Revéillon, um dos períodos de maior fluxo de turistas para o Rio, o presidente afirmou que a cidade já tem pelo menos 50% de reservas. Isso é na média geral. A orla da Zona Sul, segundo ele, já tem picos acima de 80% em alguns hotéis. “No Centro a procura ainda está baixa, mas a tendência é de melhora, pois o mercado nacional costuma reservar mais em cima da hora”, afirmou Lopes.

Parabéns aos hoteleiros pelo seu dia!

Que a cada dia o Rio de Janeiro receba mais turistas, crie mais empregos e consolide sua imagem de Cidade Maravilhosa.