Nissan inicia cooperação com universidades do Rio | Diário do Porto


Inovação

Nissan inicia cooperação com universidades do Rio

Projeto de Cooperação Técnica da Nissan com universidades começa com o Centro Universitário de Barra Mansa. Alunos terão acesso à fábrica de Resende

2 de agosto de 2021

Fábrica da Nissan, em Resende, recebe alunos do Centro Universitário de Barra Mansa (foto: Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


O Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) será a primeira universidade do Estado do Rio a participar do projeto de Cooperação Técnica da Nissan. Pela iniciativa, alunos e professores universitários irão conhecer o Complexo Industrial da Nissan em Resende, no Sudoeste Fluminense.

Por enquanto a inciativa é, segundo a empresa, um projeto piloto que poderá ser estendido a outras universidades da região. O objetivo é realizar uma troca de conhecimentos entre o universo acadêmico e o dia a dia da produção de veículos.

Nessa troca de conhecimentos, a cooperação com as universidades pretende estudar soluções e melhorias para desafios reais da fábrica de Resende, com o envolvimento dos universitários e acompanhamento da área de Engenharia Industrial da Nissan.

Nissan e UBM estudam como melhorar produtividade

O projeto escolhido pela UBM junto à Nissan foi o estudo de novos equipamentos para melhorar a produtividade das áreas da fábrica. Para dar início às atividades, os acadêmicos visitaram a fábrica da Nissan para reconhecimento do local.

“Fico muito feliz em ver esse projeto sendo consolidado. Estamos de portas abertas para receber os alunos, que vão perceber que a Nissan produz carros com muita tecnologia e qualidade, elementos que são parte do nosso DNA japonês. Os profissionais da fábrica estão à disposição para escutar as soluções propostas pelos estudantes e para que esses projetos sejam concluídos com sucesso”, disse Marco Biancolini, diretor de Operações do Complexo Industrial da Nissan em Resende.

A Cooperação Técnica tem o prazo de execução de até 24 meses. Serão realizados dois encontros mensais na fábrica da Nissan, cumprindo os protocolos de segurança, onde os universitários serão auxiliados pela equipe de Engenharia Industrial e pelos responsáveis de cada área, recebendo a assistência para a realização do projeto. Já na universidade, os participantes serão supervisionados por professores do Núcleo de Pesquisa, Inovação e Difusão das Engenharias do UBM (NUPIDE).


LEIA TAMBÉM:

Moinho Fluminense acolhe Junta Local, empresa social

Nova casa da Alerj será inaugurada na próxima terça-feira

Projeto social traz transtornos à Praça Tiradentes