Nissan faz novos investimentos na fábrica de Resende | Diário do Porto

Investimentos

Nissan faz novos investimentos na fábrica de Resende

Fábrica da Nissan no Estado do Rio, com 2.000 empregados, foi preparada para o lançamento da nova versão do Kicks. Linha de produção conta com 92 robôs

2 de março de 2021
A linha de produção da Nissan, em Resende, é uma das mais modernas do mundo (foto: Nissan / Divulgação)


Compartilhe essa notícia:


A Nissan, que tem fábrica em Resende, no sudoeste do Estado do Rio, fez mais investimentos em sua linha de produção para lançar o novo modelo do Kicks, carro que, desde 2016, tem quase 200 mil unidades vendidas. A nova versão chega ao mercado brasileiro neste mês, com vendas também no Chile, Peru e Argentina.

A fábrica, que emprega cerca de 2.000 pessoas, ganhou um novo molde de estamparia, além de um novo posto na montagem chamado ITS (Intelligent Transport System Station), utilizado para o ajuste da câmara do Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) do veículo.

Segundo a Nissan, os novos dispositivos seguem os cuidados e o conceito de qualidade adotados na fábrica desde sua inauguração em abril de 2014, após um investimento inicial de R$ 2,6 bilhões. A linha de produção conta com 92 robôs, para fazer os trabalhos que exigem mais precisão ou com maior risco para a segurança dos funcionários.

O transporte dos automóveis durante o processo produtivo é realizado por 159 AGVs (Automatic Guided Vehicles), pequenos robôs autoguiados que conduzem carrinhos de peças e plataformas. Com isso não há necessidade de transportadores ou plataformas acionadas por correntes, aumentando o controle da operação, que também fica mais silenciosa.

O Kicks é um modelo originalmente criado para os mercados brasileiros e latino americano. Atualmente, além do Brasil, o modelo é fabricado na China, Índia, Tailândia e México, com vendas também nos Estados Unidos e Japão.

Nissan quer fabricar só carros eletrificados

Recentemente, a Nissan mundial definiu o objetivo de atingir a neutralidade das emissões de carbono em todas as operações da empresa e no ciclo de vida de seus produtos até 2050. Como parte deste esforço, até o início da década de 2030 todos os novos veículos comercializados pela Nissan no Japão, China, Estados Unidos e Europa serão eletrificados.

A montadora foi pioneira ao lançar o primeiro carro elétrico comercializado em massa no mundo, o Nissan LEAF. Até agora, a empresa chegou a mais de 500 mil unidades vendidas de veículos com zero emissão.

No Brasil, o modelo foi lançado em 2019 e vendeu 150 unidades até janeiro passado. O carro é comercializado pela Nissan no Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.


LEIA TAMBÉM:

Patentes: ameaça à nossa segurança jurídica

Rio, aos 456 anos, é cidade rica em busca de soluções

Eleva Educação se torna a maior do Brasil e quer expansão em SP