Nissan doa 1 kg de alimento para cada doação de sangue | Diário do Porto


Cidadania

Nissan doa 1 kg de alimento para cada doação de sangue

Campanha da Nissan quer aumentar as doações de sangue, que estão em queda no país. Os doadores escolhem a instituição que receberá alimentos da empresa

16 de novembro de 2021

Nissan faz campanha "Atitude na Veia Nissan" para incentivar doações de sangue (foto: Agência Brasil / Tânia Rêgo)

Compartilhe essa notícia:


A Nissan e o Instituto Nissan estão lançando uma campanha para incentivar a doação de sangue no país. A empresa se compromete a doar um quilo de alimentos para cada doação de sangue que for registrada pelos doadores no site www.atitudenaveianissan.com.br. A campanha é realizada em novembro, em que se comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue.

Para fazer o registro basta que o doador anexe no site uma foto do comprovante ou outro documento que ateste a doação, que pode ser feita em qualquer banco de sangue do país. No mesmo site, é possível escolher o local que irá receber o quilo de alimento entre instituições já selecionadas pela Nissan, duas delas no Estado do Rio de Janeiro.

Entre as opções estão a Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial (AFECE), em São José dos Pinhais (PR), que há mais de 50 anos atende gratuitamente pessoas com deficiência intelectual severa; a Casa Maria de Magdala, em Niterói (RJ), que abriga pessoas portadoras do vírus HIV e também crianças em vulnerabilidade social; a Litro de Luz, em São Paulo, que leva iluminação à base de energia solar a comunidades sem acesso adequado a energia elétrica; e o Centro Comunitário Educativo Esperança do Futuro, em Resende (RJ), que oferece apoio socioeducativo a crianças, adolescentes, jovens e famílias.

A campanha, “Atitude na Veia Nissan”, quer contribuir para aumentar as doações de sangue, que estão em queda no Brasil. Dados do Ministério da Saúde mostram que cerca de três milhões de doações de sangue são realizadas por ano no país, o que corresponde a 1,6% da população. Com a pandemia da Covid-19, o volume de doações caiu cerca de 20%.

Nissan destaca que um doador pode salvar até quatro vidas

O médico Paulo Galvão, responsável pela área de saúde da Nissan, reforça a necessidade do estoque de sangue e, consequentemente, a importância do doador. “O banco de sangue permite o funcionamento hospitalar com a rotina de cirurgias, transplantes, tratamentos de doenças crônicas, entre outras demandas médicas. Por isso, doar sangue deve ser entendido como um compromisso social. Para ser um doador basta ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, ter boa saúde e não apresentar sintomas de gripe ou resfriado. Um doador de sangue pode salvar até quatro vidas”, afirma.

A presidente do Instituto Nissan, Mila Poli, destaca que “a Campanha Atitude na Veia Nissan é solidária em duas vertentes: incentivando a doação de sangue e contribuindo com alimentos destinados a instituições comunitárias. Ambas as doações são essenciais, ainda mais neste período do ano, uma vez que hemocentros registram queda nas doações de sangue nos meses de dezembro e janeiro, o que está sendo agravado com a pandemia da Covid-19, que também ampliou a insegurança alimentar e faz mais famílias precisarem da ajuda desses alimentos”.

A campanha de doação de sangue da Nissan também tem o propósito de influenciar no número de doadores ativos, como explica Tiago Castro, conselheiro do Instituto Nissan e diretor sênior de Vendas e Marketing da Nissan do Brasil. “A campanha e o site têm como objetivo conscientizar sobre a atitude de doar sangue não somente em períodos críticos, e sim como hábito de cidadania em prol de um bem comum. Vamos mobilizar o maior número de pessoas e deixar um legado de novos doadores que darão continuidade a este ato de solidariedade. E como o mote da campanha diz, vamos doar sangue e dar vida a essa corrente pelo bem”, conclui Tiago.


LEIA TAMBÉM:

Prefeitura investirá R$ 2 milhões em obras na Orla Conde

Alerj alerta para risco de falência do Galeão

Sesc RJ na Estrada visita o Museu do Ingá, em Niterói