Navios pedem socorro para desembarcar 576 pessoas no Rio | Diário do Porto


Saúde

Navios pedem socorro para desembarcar 576 pessoas no Rio

Medidas contra o coronavírus deixou 2 navios isolados em alto mar. Do Píer Mauá, os passageiros estão seguindo direto para voos no Galeão

26 de março de 2020

O navio Le Boreal chegou ao Pier Mauá nesta quarta, 25, depois de mais de 10 dias aguardando autorização para aportar (Foto: Pier Mauá/Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Navios de cruzeiros estão proibidos de atracar no Rio de Janeiro desde 17 de março, quando o decreto do governador Wilson Witzel foi publicado, com uma das medidas para tentar reduzir o contágio pelo corononavírus. Esta semana, entretanto, os navios de cruzeiros Le Boreal e L’Austral, ambos com bandeira francesa, pediram ajuda humanitária do Brasil para atracar no porto do Rio e realizar o translado dos passageiros para o aeroporto internacional do Galeão, de onde retornam a seus países de origem.

Os dois navios fizeram viagem à Antártica e não tiveram relatos de suspeitas de covid-19. O navio L’Austral aportou no Pier Mauá, no Porto Maravilha, no domingo, 22. Com 252 passageiros, a embarcação estava há mais de 20 dias sem conseguir atracar em nenhum país, desde seu retorno do continente antártico.

Em nota, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) afirma que os navios não apresentavam riscos devido ao isolamento dos passageiros. “O navio L’Austral ficou alto mar, sem atracar em nenhum porto, por mais de 20 dias. Portanto os seus passageiros ficaram isolados por um período maior que o isolamento recomendado sem que houvesse casos a bordo”, diz a nota. Ainda assim, os passageiros precisaram utilizar equipamentos de proteção, já que na cidade do Rio há a transmissão comunitária do coronavírus.


LEIA MAIS

Entidades da construção não querem parar na pandemia

Congresso Mundial de Arquitetura adiado para 2021

Pestes e pragas: literatura para tempos de pandemia


Já o navio Le Boreal, chegou ao porto do Rio na quarta-feira, 25, às 15h25. Com 324 passageiros, o navio está há mais de 10 dias sem atracar. A autorização para desembarque será válida, caso a saúde a bordo seja mantida. O transporte dos passageiros acontecerá de forma direta, da porta do navio até o aeroporto.

O L’Austral ainda não deixou o Rio de Janeiro. O navio está somente com a sua tripulação e se encontra na área de fundeio, em alto mar, em frente à praia de Copacabana. A embarcação aguarda o desembarque dos passageiros do Le Boreal para que os dois navios retornem juntos à França.


/