Natal na Fábrica Bhering tem presentes exclusivos | Diário do Porto


Indústria criativa

Natal na Fábrica Bhering tem presentes exclusivos

Boa opção para a compra de presentes de Natal, a Fábrica Bhering oferece variedade de produtos que fogem do óbvio e trazem preços para todos orçamentos

16 de dezembro de 2019

Fábrica Bhering, no Santo Cristo, tem presentes criativos para o Natal (Foto: Fábrica / Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A Fábrica Bhering já se firmou como endereço preferencial dos descolados, que estão sempre em busca de algo que supere as expectativas. Então é natural que na época do Natal o ponto reúna os que buscam mais do que comprar presentes. Ali é possível ver ofertas que fogem dos padrões e trazem como marca um intenso processo criativo.

Há alguns anos, o local no Santo Cristo, bairro do Porto Maravilha, deixou de ser uma tradicional fábrica de chocolates para se tornar um centro de criadores de tendências e endereço de ateliês, de moda, design e arquitetura. Em cada um de seus seis andares, há peças e trabalhos singulares. Os preços nas lojas da Bhering são bem variados e é possível encontrar presentes para qualquer orçamento.

Acessórios de couro

Um exemplo dessa variedade está na B. Craftsman, que é uma loja de mochilas e acessórios de couro. Na Bhering há um ano, a marca que começou em 2016, vende seus produtos principalmente por seu e-commerce, mas os clientes podem adquirir diretamente na loja, ou caso prefiram, buscar o produto lá, até 23 de dezembro. O valor das mochilas varia entre R$400,00 e R$990,00. Já os acessórios, que agradam principalmente aos fotógrafos, podem ser encontrados a partir de R$80,00.

A marca foi criada para cobrir uma lacuna do mercado brasileiro de acessórios para fotografia. “Eu sentia muita falta de algumas bolsas e mochilas para fotografia no Brasil, via muito lá fora, mas aqui não tinha”, afirma Nicholas Batista, 23 anos, criador da marca. Durante seu curso de arquitetura na UFRJ, começou a criar protótipos para ele mesmo no laboratório de modelos. Os colegas também se interessaram e a demanda por seus produtos foi crescendo. “Comprei uma máquina e comecei a ter os primeiros funcionários. A gente veio para a Bhering e hoje  somos uma equipe de cinco pessoas. Enviamos para o país todo, às vezes até para fora”, explica.

 

Bolsas e mochilas B. Craftsman
As bolsas e mochilas B. Craftsman são feitas a mão e enviadas para todo o país (Foto: DiPo)

Luminárias

No ateliê Vika Brasil, do artista Sérgio Mendlowicz, é possível encontrar luminárias únicas, de diferentes estilos. Na Fábrica Bhering, quem quiser pode ver o artista trabalhando em seu atelier. Seu trabalho é vendido também no site etsy.com, de comércio eletrônico, com sede em Nova York, que tem foco em produtos feitos a mão. “Minha última encomenda foi para a Polônia”, afirma.

As peças mais baratas são as luminárias criadas com a pedra ágata, que têm o valor de R$ 480,00. A produção das peças é demorada, por isso, Sérgio prefere criá-las em lotes de três unidades cada. Cada lote leva uma semana para ficar pronto.

Já a peça mais cara é um refletor adaptado, no valor de R$ 2.200,00, que Sérgio usa, principalmente, para iluminar um quadro da irmã, também artista com atelier na fábrica Bhering.

Luminárias de ágata
Luminárias criadas com pedra ágata chamam a atenção no atelier Vika Brasil (Foto: DiPo)

LEIA MAIS

Sugestões de livros para presentear no Natal

Rio, Capital Mundial da Arquitetura, tem iluminação especial

AquaRio terá sereia e Papai Noel mergulhador


Arte para todos

“Quem quer comprar arte, vem aqui e compra”, é o que afirma Marcia Marschhausen, curadora do Coletivo Meu BB. E não é para menos, na galeria é possível encontrar diferentes trabalhos em telas, esculturas e até mesmo em bordados, com valores entre R$10,00 e R$20 mil.

Quebrando o paradigma de que para ter uma pintura é necessário um alto investimento financeiro, o artista Diego de los Campos, de Florianópolis, tem trabalhos de pintura sobre papel a R$ 10,00. “O artista teve uma proposta com isso aqui, ele calculou o valor da hora de trabalho dele como a de um operário, ele fez esse paralelo”, explica Marcia. Cada desenho é único e leva a assinatura do artista, é possível também emoldurar o trabalho na própria galeria por R$ 30,00.

Divertidas almofadas bordadas pela artista Sheila Nogueira, também são vendidas por R$ 30,00, disposta na cama king size localizada na entrada da galeria. Uma grande tela de John Nicholson também chama atenção na galeria. O pintor, que se mudou dos Estados Unidos para o Brasil, no final da década de 1970, foi um dos primeiros professores da EAV (Escola de Artes Visuais do Parque Lage) e a tela exposta está sendo vendida por R$ 20 mil.

Funcionamento: quinta, sexta e sábado, de 14h às 18h

Identidade própria

Já bastante conhecida do público que acompanha a moda no Rio de Janeiro, a Complexo B, criada em 1994 pelo designer e estilista Beto Neves, é famosa por suas estampas com inspirações na religiosidade de matriz afro. “Só cultura expulsa coisas ruins das pessoas” é uma frase criada e difundida pela marca.

São Jorge é o carro chefe da marca, além de ser também sua identidade visual. Na loja da Bhering, também estão peças de outras marcas, como a Adsumus, Soul do Rio de janeiro e a Bubu Pet.

Com R$ 20,00 é possível adquirir ecobags criadas com sobras de produção ou canecas que reproduzem estampas das camisetas vendidas na loja. A peça mais cara é o vestido de R$ 290,00, com o rosto da cantora Elza Soares em foto tirada pelo fotógrafo Daryan Dornelles.

Funcionamento: quarta a sexta, 13h às 18h        Sábado, 12h às 20h

Serviço:

Fábrica Bhering

Endereço: R. Orestes, 28 – Santo Cristo, Rio de Janeiro 

Telefone : (21) 2263-2064

 


/